ducati-estoque-de-pecas-2

Ducati cria Estoque Local para agilizar pós-venda

Ter de enfrentar longas esperas para receber uma peça de motocicleta é, para o consumidor, um exercício de paciência – e para a empresa pode representar um desafio de logística e gestão. Em um país geograficamente imenso como o Brasil, as montadoras precisam estabelecer soluções práticas e inovadoras para um serviço de reposição de peças ágil, facilitando ao máximo o processo de levar os itens às concessionárias e, consequentemente, aos clientes.

Ducati quer mais agilidade em seu serviço de distribuição de peças e acessórios

Ducati quer mais agilidade em seu serviço de distribuição de peças e acessórios

Esta é uma missão comum de todas as montadoras, independente do porte. A Yamaha, por exemplo, isolada como a segunda marca com maior volume de vendas de motos no Brasil, também enfrenta seus desafios logísticos. Com 10,7% de market share, posicionada entre a líder Honda (85,4%) e a terceira colocada Suzuki (0,86%, com dados da Abraciclo referente a produção de motocicletas), a empresa japonesa criou no ano passado a Yamalog – sua própria empresa de logística para realizar o transporte de seus produtos da fábrica em Manaus até seus centros de distribuição e daí para suas concessionárias. Agora, foi a vez da Ducati.

Ducati cria novo modelo de estoque para agilizar entrega de peças aos clientes

A marca italiana responsável por 0,13% do volume de vendas de motos no País (fenabrave, 2017) está investindo no novo ‘Estoque Local de Peças’, atualmente em fase de testes operacionais. Segundo a própria Ducati, ele deve inaugurar ainda no primeiro semestre de 2018 e terá mais de 13 mil itens, garantindo a entrega dos pedidos de peças e acessórios ‘num prazo três vezes mais rápido’.

Estoque Local de Peças está em fase de desenvolvimento e já recebeu 4 mil itens. Estratégia deve funcionar plenamente ainda no primeiro semestre de 2018, recebendo 13 mil itens

Estoque Local de Peças está em fase de desenvolvimento e já recebeu 4 mil itens. Estratégia deve funcionar plenamente ainda no primeiro semestre de 2018, recebendo 13 mil itens

Com a novidade, a Ducati passa  a disponibilizar peças de reposição e abastecer diretamente os concessionários de todo Brasil, reduzindo a espera e aumentando o nível de satisfação dos clientes. O lote inicial conta com 4 mil itens, com peças e acessórios de maior demanda por parte dos concessionárias. O Estoque Local está localizado em São Paulo e anteriormente o processo de compras se dava por importação da matriz.

“Quando recebemos o primeiro lote, dividimos o projeto em duas fases. No primeiro momento, para testar a funcionalidade operacional, e posteriormente oferecer mais itens para atender a demanda com mais agilidade, proporcionando uma melhor experiência aos nossos clientes”, explicou Eduardo Oshima, gerente de Pós-Vendas da Ducati do Brasil. Para Rafael Martins, gerente da Ducati Pinheiros, em São Paulo (SP), a entrega de peças teve uma melhora significativa no prazo de entrega. “É claro que ainda temos um bom caminho pela frente para melhorar ainda, mas tenho certeza que estamos no caminho certo”.

separador_ducati



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.