Duelo de campeãs – CG TITAN 150 ESD X YAMAHA YBR 125 FACTOR ED(2)

Impressões
Tanto YBR Factor e CG 150 Titan são ótimas motos para se pilotar na cidade – estáveis, ágeis e confortáveis. Porém, a maciez do conjunto motor/câmbio/freios e suspensões da Yamaha acabam sendo ofuscados pelo maior vigor do motor da Titan, que exige menos trocas de marchas e permite ao piloto rodar com o acelerador menos aberto.
Na hora de frear, as motocicletas apresentam freio a disco na roda dianteira – de pistão simples na Factor e duplo na Titan – e a tambor na traseira. A 125 da Yamaha mostrou reações melhores, enquanto a rival apresentou um acionamento um pouco mais “borrachudo”.
Nos trechos de curvas vantagem novamente para o modelo Yamaha. A versão ED testada sai de fábrica com rodas de liga leve calçadas com pneus Metzeler ME 22, sem câmara e de perfil esportivo. Itens que fazem dela uma das motos mais completas da categoria. Já a Honda peca por não equipar a CG top de linha com rodas de liga leve e pneus sem câmara. Suas rodas raiadas e os pneus Pirelli City Demon são de boa qualidade e dão conta do recado. Mas como se trata de modelo top e, levando-se em consideração seu preço mais elevado, bem que a Titan 150 poderia ter rodas mais bonitas.
Preço
Por falar em preço, esse é um item muito importante nesta categoria de motos urbanas de baixa cilindrada. Se compararmos os preços divulgados pelas fábricas, a diferença entre Titan e Factor é de pouco mais de R$ 500. Porém o preço praticado nas concessionárias das marcas na capital paulista dobra essa diferença.
Ao consultarmos as concessionárias constatamos que a Factor apresenta larga vantagem. O valor médio cobrado pela Yamaha YBR 125 Factor ED é de R$ 6.800, enquanto a concorrente Honda CG 150 Titan está sendo vendida a R$ 7.900. Uma diferença de quase 15% que significa parcelas mais baixas no financiamento ou ainda uma economia para comprar equipamentos de segurança.

Fichas Técnicas
Honda CG 150 Titan ESD
Motor: monocilíndrico, 149,2 cm³, duas válvulas por cilindro e refrigerado a ar
Diâmetro x curso: 57,3 mm x 57,84 mm
Taxa de Compressão: 9,5: 1
Potência máxima: 14,2 cv a 8.500 rpm
Torque máximo: 1,32 kgf.m a 7.000 rpm
Alimentação: Injeção eletrônica PGM-FI
Câmbio: 5 marchas
Transmissão: corrente
Comprimento: 1.988 mm
Largura: 730 mm
Altura: 1.098 mm
Altura do banco: 792 mm
Distância entre eixos: 1.315 mm
Peso (a seco): 119,4 kg (versão ESD)
Tanque de gasolina: 16,1 litros
Quadro: Diamond
Suspensões: Garfo telescópico na dianteira e duplo amortecedor na traseira
Pneus: Pirelli City Demon 80/100-18 (dianteiro) e 90/90-18 (traseiro)
Freios: Disco simples de 240 mm de diâmetro com cáliper de dois pistões na dianteira (versão ESD) e tambor de 130 mm na traseira
Cores: azul metálica, prata metálica, vermelha e preta
Preço sugerido: R$ 6.990 (versão ESD)

Yamaha YBR 125 Factor
Motor: Monocilíndrico, 124,9 cm³ duas válvulas por cilindro, refrigerado a ar
Diâmetro x curso: 54,0 mm x 54,0 mm
Taxa de compressão: 10,0:1
Potência máxima: 11,2 cv a 8.000 rpm
Torque máximo: 1,13 kgf.m a 6.000 rpm
Alimentação: Carburador Mikuni BS 25
Câmbio: 5 velocidades
Transmissão: Corrente
Comprimento: 1.980 mm
Largura: 760 mm
Altura: 1.080 mm
Altura do banco: 780 mm
Distância entre eixos: 1.290 mm
Peso (a seco): 112 kg (versão ED)
Tanque de gasolina: 13 litros
Quadro: Diamond em aço
Suspensões: Garfo telescópico com 120 mm de curso na dianteira e duplo amortecedor com 105 mm de curso na traseira
Pneus: 2.75 – 18 42 P Metzeler ME 22 (dianteiro) e 90/90 – 18 42 P Metzeler ME 22 (traseiro)
Freios: Disco simples de 245 mm na roda dianteira com cáliper de pistão simples e tambor de 130 mm de diâmetro na traseira
Cores: Azul, prata, preta e vermelha
Preço Sugerido: R$ 6.585,00