E o dragão chinês começou a botar as azinhas de fora

Tinha tudo para dar errado e deu; depois de falsifica‡Æo de um modelo da VW (VW gen‚rico, nada mais) agora os chineses vÆo falsificar Toyotas e GMïs; isso ‚ bom para que esses “brilhantes” executivos da ind£stria automobil¡stica aprendam com o dragÆo chinˆs, que j  come‡ou a botar as azinhas de fora.

A Segunda Corte Intermedi ria de Pequim rejeitou as alega‡äes da Toyota de que a Geely, maior fabricante privada de autom¢veis da China, teria roubado a logomarca da companhia japonesa para utiliz -la em seu sedÆ Meiri, e que tamb‚m teria usado seu nome para promover o modelo. A corte indicou nÆo reconhecer a logomarca da Toyota como “marca distinta na China” que exija prote‡Æo.

A General Motors est  agora decidindo se vai ou nÆo tomar alguma medida contra a Chery, outra montadora chinesa, por viola‡äes nos direitos de propriedade intelectual. A GM disse que est  investigando se dois carros fabricados pela Chery foram copiados de projetos feitos na sua unidade Daewoo na Cor‚ia do Sul, segundo not¡cia do Valor Econ“mico.

Estamos muito curiosos para conhecer as providˆncias que os grandes fabricantes de motocicletas e scooters mundiais estÆo tomando, pois a China tem uma produ‡Æo de aproximadamente 10.000.000 de motociclos anualmente, n£mero que dever  crescer brutalmente, pois sua popula‡Æo ‚ 1.500.000.000 habitantes – sim ‚ isto mesmo que vocˆ leu – um bilhÆo e meio de habitantes – e consumidores…

Podem ir preparando-se para incorporar ao seu vocabul rio di rio o uso constante da expressÆo “neg¢cio da China”.