Educação no trânsito, acessórios para HD, bateria X alarme

Educação no trânsito, acessórios para HD, bateria X alarme

Educação no trânsito, acessórios para HD, bateria X alarme

Olá amigos motociclistas. Ainda sobre segurança, tenho um desabafo. Acredito
que muitos já passaram por isso. Viajando com minha moto, seguidamente sou obrigado a sair da pista porque um veículo (carro ou caminhão) que vem no sentido contrário fazendo uma ultrapassagem faz de conta que a moto não existe, continua vindo (na minha pista), só dando sinal de luz e mais nada. Se eu não quiser bater de frente, a única saída é descer do asfalto rapidinho, não importando se tem ou não acostamento (imagina isso a 120km/h). Na última viagem (250Km) isso me aconteceu 3 vezes. Estou p.da vida! A única coisa que tenho feito é mostrar o dedo. Depois ainda se perguntam porque as pessoas se matam no trânsito. Acho que boa parte merece levar porrada sim. Eu pergunto: O que fazer (Além de
rezar para o cara morrer na próxima curva)? Abraço Lauri, Pelotas, RS.

R: Lauri infelizmente, vivemos um momento triste na história da humanidade, onde há seres humanos que só conseguem olhar para seu próprio umbigo. Nas aulas sobre ética, começo com um ensinamento básico, nos deixados há dois mil anos: “Não faça para o próximo, aquilo que não faria a ti mesmo.” Não conheço síntese melhor sobre ética e educação.Ë rezar, pedir proteção e tentar avisar a Polícia Rodoviária, pois acredito muito nessa Instituição.

Em primeiro lugar para a você André que está fazendo um ótimo trabalho junto ao motonline. Bom, tenho uma Comet 250, játive uma
CB500 e uma Stradada HOnda, e tenho infelizes vivências quando o assunto é bateria e alarme, na minha CB só parei de ter problema de bateria quando arranquei fora o alarme. Tenho um Positron por afastamento na Comet e estou
com uma bateria nova(5 meses) e se deixo de andar por uns 5 ou 6 dias a moto já não pega e tenho que empurrar para dar a partida. Dou carga e fica bom, mas quando a bateria fica fraca sinto que andando de moto a bateria não
carrega, tenho que arrancar a bateria e dar outra carga, vai acabar estragando a bateria? Em tempo , quando desligo a moto eu desconecto a
bateria para o alarme não ficar puxando carga em casa com lea parada, mas não resolveu muita coisa. Será que por o farol ficar sempre aceso (vou na Kasinski para mudar isso) dificulta para o alternador carregar a bateria
andando? No ano passado viajei 130km após empurrar e mesmo assim não deu carga, me dê alguma sugestão pois não posso ficar sem o alarme. Uma abração, Marcelo, Gravataí, RS

R:Marcelo, nosso irmão Bitenca responde: “Alarme em motoocicletas é realmente um problema, se você precisa deles deve aprender a conviver com baterias descarregando porque você não vai conseguir se livrar do problema. Se você desliga a bateria quando para a moto, nesses momentos a bateria não se descarrega e andando não deveria haver problema. O caso é que nos momentos em que a moto fica estacionada e com o alarme (e bateria) ligada esta fica alimentando o alarme e descarregando e na hora da partida… já era. O pior é que esse carrega-descarrega vai fazendo com que a bateria não assimile bem as cargas e a sua vida fica bem mais curta. Minha sujestão é tirar o alarme e não deixar a moto na rua, deixar sempre em estacionamento com uma boa trava.”
Eu tenho rastreador por GPS na minha moto, ando todos os dias, mas fui orientado pela empresa que 2 (dois) dias sem ligar a moto, a bateria…já era…!

Tenho uma HD Road King e estou há algum tempo querendo colocar alguns
itens opcionais nela. Como a rede HD no Brasil muito além do preço alto não dispõe destas peças em pronta-entrega e mal consegue dar prazos para tanto, procurei vendas online nos EUA na internet.(…)Neste intermeio encontrei a loja Adventure Harley-Davidson que fornece para o Brasil. No anseio de ter estas peças, fiz uma compra. A minha dúvida é se preciso fazer alguma coisa ou serei notificado para efetuar este recolhimento e se as taxas incidem no valor total incluso taxa paga a DHL. E como este recolhimento funciona? Grato. Cláudio, São José dos Campos, SP

R: Claudio, nosso irmão Paulo Couto com grande experiência em HD e aquisição de acessórios informa: “não conheço essa loja nem os procedimentos via DHL, mas creio que
sejam similares aos do FEDEX, que já usei.
Pela lei brasileira, acima de 500 dolares (frete incluso) a retirada do produto terá que ser feita na alfandega mediante o pagamento à vista dos
impostos. abaixo disso, voce recebe o produto em casa ou no correios mais proximos e paga os impostos através de boleto ou na propria agencia dos correios quando o produto vem via FEDEX (ou qualquer outro courrier) é devido o
imposto de importação, as taxas de alfandega cobradas pelo courrier, o ICMS da região e provavelmente mais algumas taxas em função do volume do pacote no transito local, após desembaraçado. esses valores incidem sobre o total da fatura (no seu caso, cerca de 1100 dolares). é possivel que o valor dobre
(60% de importação, entre 12% a 18% de ICMS, taxas diversas em torno de 10%, etc) acredito que voce seja notificado pela DHL brasil, através de um telefonema ou telegrama (caso não tenha informado seu numero de telefone no ato da compra) para comparecer no local especificado para pagar os impostos, ou
receberá a fatura dos impostos em casa para o pagamento antes da retirada da encomenda na alfandega. Minhas compras sempre foram abaixo de 500 dolares, por isso sempre recebi os produtos e as faturas para o pagamento em casa.”

grande abraço e lembrem-se: vai pilotar? ande equipado. Não há razão, quando se ganha uma lesão.