Moto chega com novas cores e grafismos, mas mantém o design e formas do modelo anterior

Eficiente freio CBS é aposta da Honda Bros 2018

Nas ruas e estradas de terra brasileiras há 14 anos, a Bros é uma das queridinhas da Honda por aqui, liderando com folga as vendas no segmento trail (foram 55.722 unidades comercializadas no primeiro semestre de 2017, abocanhando 61,4% do mercado). E, talvez por isso, ela ganhou um detalhe especial já como Bros 2018: o uso de freios CBS (Combined Brake System). A Honda apresentou o novo modelo nesta semana, em um evento no interior de São Paulo.

Bros 2018 chega às lojas com preço sugerido de R$ 11.990,00

Bros 2018 chega às lojas com preço sugerido de R$ 11.990,00

A Bros ESDD é a primeira moto on-off do País a empregar o sistema de freios combinado, que já vinha equipando a família CG. Quando pressionado o pedal do freio traseiro, o sistema distribui parte da frenagem (30%) também para a roda dianteira, visando corrigir o comum erro que motociclistas cometem ao tentar parar a motocicleta utilizando apenas o freio de trás. Anunciar a adoção deste sistema como o principal atrativo de uma nova versão de moto pode parecer algo simples demais, mas não trate com desdém o CBS antes de testá-lo – ao menos não antes de encarar uma estrada de terra com a Bros.

Design mantido

Design mantido

Moto chega com novas cores e grafismos, mas mantém o design e formas do modelo anterior

Freio surpreendente

Freio surpreendente

Não trate com desdém o freio CBS. Mesmo fazendo uma frenagem 'no susto' com o traseiro, na terra, a 50 km/h, modelo manteve a trajetória

Discos na frente e atrás

Discos na frente e atrás

Conjunto conta com discos simples na traseira (220 mm) e dianteira (240 mm)

Ao guidão, a superioridade da frenagem com o CBS é notória, principalmente na terra. Mesmo ao pisar abruptamente no pedal, provocando o travamento da roda, a motocicleta mantém sua trajetória e equilíbrio – mas chicoteando um pouco, é claro, pois não estamos falando de uma moto com ABS – passando segurança ao piloto. Esta sensação de controle é comprovada por números: rodando a 60 km/h a Bros 2018 com CBS precisou de 25 metros para parar completamente, enquanto a versão sem o sistema percorreu 41 metros. Foram 16 metros de diferença, o suficiente para por uma baleia jubarte adulta entre as duas motos.

Com novidades, Bros 2018 tem preço sugerido de R$ 11.900,00

Nem só de freios CBS viverão os proprietários da Bros 2018. Como novidade, a moto também oferece painel digital blackout (aquele com fundo preto que a Honda está adotando em vários modelos, como CB 500F, CB 250 Twister e CG 160 Titan) e suspensão dianteira SFF, derivada da que equipe a CRF 450, com curso de 180 mm. Como o freio, a nova suspensão mostra trabalho principalmente na terra, onde desempenha com maior eficiência a tarefa de manter a roda em contato com o solo mesmo ao transpor pequenas pedras, sem passar sustos. Na traseira, a Bros conta com suspensão Mono Shock de 150 mm.

Painel digital blackout

Painel digital blackout

Com fundo preto e funcional, agora o painel blackout também equipa a Bros

Lançamento

Lançamento

Honda divulgou a nova Bros 160 em um evento no interior de São Paulo

Mais estável para acelerar ou frear

Mais estável para acelerar ou frear

Além do elogiado sistema de freios o modelo 2018 também ganhou nova suspensão dianteira e está com o assento 6 mm mais alto do solo

Família CBS

Família CBS

Antecipando-se à legislação, Honda adota freios CBS na Bros, CG's e PCX

Segundo o diretor comercial da Honda, Alexandre Cury, a marca está apostando na lenta recuperação do mercado, que está beneficiando principalmente os públicos C e D, responsáveis pelo maior volume de compras de motocicletas. “Estamos oferecendo um produto de qualidade e nos antecipando à legislação, que exige o uso de freios CBS em motos de até 300 apenas em 2019. Assim, estamos na vanguarda do mercado e também manifestando nossa constante preocupação com a segurança”, destacou. “Cabe destacar que o valor da moto praticamente não subiu na versão 2018, aliás, até baixou. Mesmo com o desenvolvimento dos freios CBS e outras melhorias, a moto teve seu preço reajustado em 2%, índice muito menor do que a inflação”, afirma Cury.

Disponível nas cores Laranja, Vermelho e Azul, a Bros 160 2018 segue equipada pelo motor OHC, monocilíndrico, arrefecido a ar, com 162,7 cc, gerando potência máxima de 14,5 cv a 8.500 rpm (a gasolina, com etanol são 14,7 cv na mesma rotação) e torque de 1,46 kgf.m a 5.500 rpm (com gasolina, subindo para 1,60 kgf.m se abastecida com etanol). O câmbio é de 5 velocidades e o conjunto pesa 121 kg a seco. O painel blackout mostra velocímetro, hodômetro total e parcial, marcador do nível de combustível, relógio e luzes-espia. O tanque possui 12 litros, o assento está a 836 mm do solo e o entre eixos é de 1356 mm.

Separador_motos



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.