Foto: Bitenca

Eixo quebrado, Acerto da cross, Clank da partida

Foto: Bitenca

Foto: Bitenca

Olá, gostaria de saber se para trocar o eixo do câmbio da xt 600 ano 97, é necessário abrir todo o motor, pois na verdade o que acontece é que as estrias estão sem dar ajuste. Como o eixo é seccionado eu imaginei que haveria a possibilidade de abrir apenas a lateral esquerda, é possível? Desde já muito obrigado. Hidelberto, 46, Rio de Janeiro, RJ

R: Hidelberto, Realmente o eixo é bipartido, mas para se trocá-lo deve se desmontar o motor todo, porque na verdade a tampa do alternador não cobre essa peça e as duas partes tem que ser colocadas por dentro das carcaças que dividem o cárter. Aproveite para trocar todos os retentores, refaça o perfil dos engates das engrenagens do câmbio, verifique válvulas, folga do pistão etc. Um trabalhão. Boa sorte.

Olá, Pretendo adquirir uma crf 230, mas nunca tive uma moto 0km 100% para uso off-road. Gostaria de ter inforfmações sobre amaciamento da crf. tenho observadomuitas crfs fumando precocemente,acredito que seja pq os donos forçam muito com o motor novo. Eu tinha uma tornado “de rua” que para amaciar levaram 5000kms(segundo o manual) e numa moto de rua isso foi um saco, imagino numa de trilha ter que fazer esse amaciamento.Me disseram que segundo o manual da crf o amaciamento é 25km, mas acho muito pouco. Muita gente diz que os motores atuais não precisam de amaciamento, mas não é isso q diz no manual da moto e submetem a mesma a esforço excessivo.

Foto: Bitenca

Foto: Bitenca

R: Pois é Paulo. Siga as instruções do manual do proprietário para maior durabilidade do motor. As motos de uso fora das estradas sofrem muito com a poeira. Fique longe dos mecânicos que dizem que o filtro de ar deve ser usado a seco ou com pouco óleo. Isso é golpe! (veja carta de outro motonliner sobre o golpe do filtro de ar). Deve-se dar toda atenção à vedação da espuma com graxa e idealmente utilizar óleo especial para filtro de ar de moto. No caso de não encontrar pode-se usar SAE 90 para câmbio de automóveis. Troque a graxa do link da suspensão por uma de melhor qualidade (azul de lítio) e não se preocupe em deixar excessos. Onde há graxa a sujeira não entra. Coloque essa graxa também nos rolamentos das rodas.
Invariavelmente, moto de trilha fumando respirou poeira. O desgaste natural em condições normais é bastante reduzido, como uma moto de rua, guardadas as devidas proporções. Abraços e boa sorte.

Estou querendo comprar uma XTZ 250… fui na Conc. Yamaha e fiquei na dúvida entre a 250X e a Trail… adorei o estilo e grafismo da X, só que tem um porém, odeio aquela roda aro 17 na dianteira…. Pergunta posso colocar a roda aro 21 do Modelo TRAIL no modelo “X” sem maiores danos aos outros itens? César, 27, São Bernardo do Campo, SP.

R: César, provavelmente essa troca é possível mas verifique com sua concessionária outras questões como garantia etc. Proponha que eles façam essa substituição.
Boa sorte

Caros André/Bittenca, parabéns pelo excelente trabalho. Sou leitor assiduo de vocês, acesso todos os dias e adoro as matérias, editoriais e esta seção de Cartas dos Leitores. Tenho duas dúvidas tecnicas: 1- eu tinha uma VBLADE 250 que ao ser desligada emitia um “clank” vindo do motor, como se algo travasse la dentro, hoje tenho uma Boulevard M800 que, ocasionalmente, acontece o mesmo, isto é normal ? o que é este barulho ? 2 – Tenho percebido na Boulevard um barulho muito sutil como se o pistão estivesse com excesso de atrito contra a camisa, isto pode ocorrer ? Agradeço.

R: Luis, esse clank é comum. Está previsto no funcionamento da moto, ele ocorre porque a placa de partida e o motor de arranque vira junto com o motor quando ele eventualmente faz um movimento ao contrário, voltando de uma compressão que não explodiu, uma vez que a ignição está desligada. Seria um contragolpe se esta estivesse ligada, mas no caso não oferece problema algum além da má impressão com o barulho.
Quanto ao excesso de atrito do pistão, se isso ocorrer você estará com ele colado no cilindro em pouco tempo, só em casos extremos de falta de lubrificação e excesso de calor isso pode ocorrer, um problema sério e até perigoso porque o motor trava estancando a roda traseira e pode provocar um tombo feio. Espero que você nunca experimente isso até porque hoje é raro, era mais comum em motores dois tempos, que apresentava problema de lubrificação no dispositivo automático de injeção de óleo no motor. Abraços