Foto: Acervo Motonline

Ele quer que ande mais, Erro no manual, Saber mais sobre aros,

Foto: Acervo Motonline

Foto: Acervo Motonline

Olá, Bitenca! Estive fuçando alguns testes antigos e vi o da Intruder 125. Pergunta: O que é realmente necessário fazer nesta moto, modelo 2003, para que fique com as mesmas características da lançada no ano 2007 (mais força), mantendo a harmonia do conjunto, para evitar a diminuição do tempo de vida útil do motor? É muito caro? Tenho que trocar árvore de comando? Carburador também? Franco, 30, Vitória, ES.

Franco, como você pode verificar no texto, são várias as modificações e fica difícil ajustar um conjunto que não seja completo, com todas as alterações. Assim, o valor de todas as peças que foram trocadas, ignição, comando, carburador e outras coisas mais difíceis de identificar praticamente inviabiliza a alteração. Acho que compensa mais trocar a moto inteira, as peças isoladas são muito mais caras do que a diferença de preço entre as duas motos. Pense melhor.
Boa sorte,

Boa tarde, Bitenca! Obrigado pela agilidade na resposta! Bom, peço desculpas por ser tão pentelho e insistente, mas se a versão mais recente tem mais potência em menos giro, é precipitado dizer que o motor continua o mesmo? Ainda que não fique igual à nova versão, substituir o carburador por um mais novo, e trocar uma relação para uma maior daria uma nova vida ao motor? Se você se colocasse no lugar do engenheiro da suzuki recebendo pressão do departamento de marketing para fazer algo mais forte para a pequena 125, e mais pressão da diretoria para a redução do custo (para tentar manter o preço frente às concorrentes), tenho certeza que a mudança que faria seria mínima hehehehe. Fato é que o carburador é outro. Este é o primeiro ponto. A ignição seria mudada, provavelmente, já que não aumentaria muito o preço na produção. Mas, e o motor? Árvore de comando mudada? Posso estar errado, sei que não sou especialista em motocicletas, mas usando só um pouco da lógica, poderia arriscar em dizer que mudaram apenas a carburação e ignição? A suzuki não tem nenhum projeto de motor muito diferente à da trudinha. O que tem a dizer? Não me xingue! hehehehe

Foto: Bitenca

Foto: Bitenca

R: Ok Franco. O caminho mais fácil para melhorar o desempenho, não seria perseguir as modificações feitas na fábrica, não seria econômico. Minha sugestão é que procure um escapamento esportivo juntamente com um filtro de ar menos restritivo. A regulagem para esse conjunto pode ser feita por qualquer bom mecânico (ou siga as matérias sobre carburação 1, 2 e 3 do Motonline). Assim já vai haver um ganho significativo na resposta do motor, em baixo giro, nas acelerações e na velocidade final.
Boa sorte,

Como todos os leitores, também leio o manual depois de ter experimentado, caso não de certo meu instinto, a letra impera. Mas com tanta tecnologia pela frente tento mudar meus hábitos. Ante a tarefa de levantar o facho do farol, que de fábrica vem no chão, dei uma olhada atenta às dicas do manual da XRE 300. Logo aí estava eu, com a chave de fenda tipo “filip”, pronto para girar um dissimulado parafuso em sentido horário. Poxa, pensei, se não fosse pelo manual, reconhecendo este parafuso eu girava a coisa pra o outro lado. Mas o que está escrito, está escrito. Gente! Estava duro o negocio. Deve ser a tecnologia, refleti, mais força, gira e nada… Como quem comete um ato de irreverência optei pela experiência de girar em sentido anti-horário e eureca, eureca! O farol começou subir que nem uma bola que vem do fundo da piscina. Para concluir, ainda tenho a mão vermelha, mas o farol ilumina como um astro. Então pessoal, na parte 6 – 28 do manual, as letras indicativas estão invertidas, donde esta A é B e vice versa. Sigem seus instintos para dialogar com os manuais. Abraços. Gustavo 43, São Leopoldo, RS.

Pois é Gustavo. Errar é humano e o melhor é quando se aceitam as críticas para melhorar sempre. Assim o Homem se aperfeiçoa. Já pensou como seria a humanidade se todo mundo achasse que não erra?
Encaminho sua crítica para a Honda, que por certo tomará as providências necessárias.
A sua intuição protegeu sua moto também. Há quem faria força demais, contrária ao sentido da rosca até danificá-la. Já vi muito farol com a rosca de regulagem estragada por causa disso. Temos que ter cuidado ao aplicar força num mecanismo delicado. Podemos estragar sem saber. Abraços.

Gostaria de saber mais sobre as medidas dos aros de motocicletas. São medidas tomadas e mm ou polegadas? Qual o tamanho da roda dianteira da Falcon, e mm? estou desenvolvendo um projeto e preciso de precisão nas medidas. Obrigado. Saulo, 48, Belo Horizonte, MG

R: Saulo, para cada pneu há uma faixa de medidas determinada para sua montagem. Pode ser em polegadas ou em milímetros, dependendo do padrão utilizado pelo fabricante. O diâmetro do aro da Falcon é 21 polegadas que convertido em milímetros (x25,4) resulta em 533,4mm. Sua largura é 2,5 polegadas que resulta em 63,5mm.
Essas medidas são de referência, cada fabricante pode variar um pouco. Boa sorte no projeto,