Eliminador de pára-lama, Fechamento de Concessionária Sundown, Motonline na Itália

Eliminador de pára-lama, Fechamento de Concessionária Sundown, Motonline na Itália

Eliminador de pára-lama, Fechamento de Concessionária Sundown, Motonline na Itália

Recentemente adquiri uma Fazer usada em excelentes condições. A única surpresa foi na hora de alterar a identificação da cidade em sua placa. O antigo dono colocou um eliminador de paralama traseiro (jogou o original fora) e o Detran não quer fazer a troca e relacração. Pergunto-me:- Como é possível eu ter realizado toda a transferência de documentação, a moto foi levada para vistoria de chassis (ninguém comentou nada), todas as taxas pagas e agora não posso alterar se não colocar o original de volta? É permitido eliminador? O que fazer neste caso? Anderson Coppi (25) São Paulo – SP

R: Anderson toda alteração deve ser consultado e autorizada pelo DETRAN do Estado ou CIRETRAN da cidade. O eliminador de pára-lama apresenta 2 questões:1) do ponto de vista segurança, quem vem atrás está sujeito a pedradas 2) do ponto de vista da fiscalização, quando eliminado o pára-lama, a fixação da placa fica em posição de difícil visualização. O que ocorre que a própria fiscalização tem feito vistas grossas, porque é uma grande discussão. Mas se você notar, com a trepidação normal a placa tende a se nivelar na carenagem, encobrindo os números. Se você acessar busca no Motonline com -alteração- você verá que já tratei do assunto, inclusive utilizando o CTB. Portanto caro amigo, você terá que comprar o eliminador de pára-lama.

Eliminador de pára-lama, Fechamento de Concessionária Sundown, Motonline na ItáliaO leitor replicou: “André, boa noite! Obrigado. Vôcê foi bem esclarecedor e me ajudou a tomar a decisão correta. Abraço.” Anderson

Nas notícias dessa semana vi com desgosto a Sundown divulgar a abertura de mais uma concessionária em São Paulo. Não que eu deseje o mal dessa marca, pelo contrário pois sou feliz proprietário de uma Motard, porém não houve essa empolgação toda ao fechar a rede de concessionárias que era única aqui na Baixada Santista, deixando nós clientes, órfãos de rede de assistência e garantia funcional. Pois de nada adianta eu ter garantia, se caso alguma coisa aconteça com a minha moto eu precisar por minha própria conta, colocar ela num guincho e levar pra São Paulo. Rodrigo Piedade (31), Santos – SP

R: Rodrigo consultado a Sundown, não houve resposta. O canal está aberto.

Gentil senhore,morona Italia gstaria de enviar,um quad moto 250 cc para o Brasil..no valor de 2.500.00 euro,gostaria saber quanto
pagaria de emposto ai no brail,para poder retira este veicolo.è como posso fz para legalizlo,com as nossa leis do nosso Pais..ficarei muito
agradecido pela enformaçao!! EDMILSON PEREIRA (64) LIDO DI SAVIO RAVENNA – Itália

R: Senhore Pereira, le nostre leggi non permette l importazione del motociclo utilizzato, soltanto con più di 30 anni per il collettore. Soltanto 0 motocicli permessi chilometro. (Senhor Pereira, nossa legislação não permite a importação de motocicleta usada, somente com mais de 30 anos para colecionadores. Somente motocicleta 0Km).

Grande abbraccio i piloti difensivo dotati e
grande abraço e não esqueçam pilote equipado defensivamene.