Foto: Douglas Figueiredo foi o grande vencedor na nova categoria, a 250cc Ninja

Em corrida de recuperação, Corano vence a primeira etapa do Superbike Series

Foto: Douglas Figueiredo foi o grande vencedor na nova categoria, a 250cc Ninja

Foto: Douglas Figueiredo foi o grande vencedor na nova categoria, a 250cc Ninja

A temporada 2010 da motovelocidade brasileira começou em alta temperatura. Se fora das pistas, um calor de 34ºC dificultou ainda mais a vida dos pilotos, dentro dela disputas emocionantes levantaram as mais de 14 mil pessoas presentes, que vibraram nas quatro baterias do dia.

A principal prova do dia foi a SBK, que começou às 11 horas e teve transmissão ao vivo pela ESPN Brasil. Os melhores pilotos do país entraram na pista dispostos a começar bem a temporada 2010 e largar na frente da competição.

Rodrigo de Benedictis, que fez no sábado a pole-position, errou na largada e abriu caminho para Murilo Colatrelli e Alecsandre “Doca” Brieda pularem na frente e iniciarem um belo duelo pelo primeiro lugar. Enquanto isso, o paulista Bruno Corano, que largou na oitava colocação, começou uma forte corrida de recuperação e, logo na quarta volta, já estava entre os ponteiros.

“Quando cheguei no Doca e no Murilo achei que não ia conseguir a ultrapassagem, pois eles estavam muito rápidos. No entanto, os dois começaram a brigar pelo primeiro lugar e, no duelo, acabaram perdendo tempo e abrindo espaço para a minha chegada”, explicou o vencedor.

Foto: Lucas Teodoro dominou a 250cc

Foto: Lucas Teodoro dominou a 250cc

Assim, na 6ª volta Corano assumiu a liderança e começou a abrir vantagem sobre os seus adversários, vencendo a prova com sete segundos de diferença sobre o segundo colocado. A partir deste momento, a disputa mais emocionante da prova ficou para o segundo lugar, entre Colatrelli e Doca. No final da prova, Doca foi punido por ultrapassar um retardatário em bandeira amarela e terminou na sétima colocação. Colatrelli ficou com a segunda posição.

Além da grande emoção da bateria principal do Pirelli SuperBike Series, destaque também para o número de competidores. Mais de quarenta motos participaram da competição na categoria SBK e no total mais de 130 inscritos em todas as baterias, transformaram a abertura da competição num dos maiores eventos da modalidade dos últimos anos.

Na SBK Pró AM, a vitória ficou com Diego Pretel, seguido por Julio César Checchia, que terminou na segunda colocação. A briga pelo terceiro lugar foi eletrizante e envolveu os pilotos Marcelo Barros, Helder Shad e Anderson Fernando. No final, Marcelo levou a melhor. Na SBK Máster, Paulo Amaral venceu, seguido de Ricardo Gonarti e Sergio Morsa. Marcelo Barros faturou entre os estreantes, batendo Gustavo Herrera, segundo colocado e Fernando Firpo, terceiro.

Outra novidade do dia, a categoria monomarca 250cc Ninja, teve uma bela estreia e mostrou que chegou para ficar. Mais de vinte motos estiveram presentes no grid, protagonizando um show de ultrapassagens e disputas. Quem se deu melhor foi Douglas Figueiredo, que venceu e largou na frente na disputa pelo título.

A categoria 250cc multimarca foi dominada por Lucas Teodoro. O piloto estava travando uma belíssima disputa com Mateus Oliveira até ver o seu rival errar e abrir espaço para que ele vencesse de forma tranqüila. No final da prova, Lucas venceu com quatro minutos de vantagem sobre Mateus Oliveira que, mesmo após os problemas enfrentados na prova, terminou em segundo.

Na outra bateria do dia, os pilotos da 600cc e da Superbike Pro AM Light e Superbike Stock dividiram o grid. A prova foi marcada por alguns acidentes. Após duas bandeiras vermelhas a corrida terminou antecipadamente e os pilotos passam bem. Confira todos os vencedores desta bateria abaixo.

SBK Pró
1º – Bruno Corano – 22:26.412
2º – Murilo Colatrelli – 22:33.629
3º – Rodrigo de Benedictis – 22:43.451
4º – José Luiz Teixeira -22:43.352
5º – Alan Douglas – 22:55.868

600cc Supersport Pró
1º – Danilo Lewis – 5:35.174
2º – Eduardo Costa Neto – Dudu – 5:35.435
3º – Tales Monteiro – 5:38.467
4º – Sérgio de Laurentys – 5:38.958
5º – Daniel Fabbri – 5:39.386

250cc Ninja
1º – Douglas Figueiredo – 21:54.915
2º – Sandro Paganelli – 22:15.411
3º – Gustavo Gil – 22:19.037
4º -Carlos de Andrade – 22:28.319
5º – Murilo Júnior – 22:53.412

250cc
1º – Lucas Teodoro – 10 voltas – 21:45.608
2º – Mateus Oliveira – 22:49.954
3º – Josué Borba – 23:50.578
4º – Cleocir César Rossi – 9 voltas

SBK Pró AM
1º – Diego Pretel – 23:09.522
2º – Julio César Checchia – 23:22.485
3º – Marcelo Barros – 23:43.078
4º – Helder Shad – 23:44.401
5º – Anderson Fernando – 23:45.966

Superbike Pró AM Light
1º – Wellington Vieira – 3 voltas – 5:59.516
2o – Fernando Brasileiro – 6:22.083
3o – Carls Donwtion – 6:23.310
4º – Jun Sakakibara – 6:51.930
5º – Tatiane Berger – 2 voltas

Superbike Stock
1o – Fabio Adas – 5:32.046
2o – Denis Eiji – 5:40.178
3º – Carlos Quintas – 6:02.192
4º – Ricardo Bruneira – 6:20.976
5º – Marcelo Carvalho – 6:49.635

Superbike Estreantes
1º – Marcelo Barros – 23:43.078
2º – Gustavo Herrera – 23:55.813
3º – Fernando Firpo – 24:00.314
4º – Fernando Tomilheiro – 24:03.115
5º – Fábio Mansur – 24:13.780

SBK Master
1º – Paulo Amaral – 13 voltas – 23:19.855
2º – Ricardo Gonarti – 23:46.378
3º – Sergio Morsa – 23:47.697
4º – Levy Mendes – 12 voltas – 22:57.597

600cc Naked
1º – Renan Alves – 5:36.849
2º – Diego Faustino – 5:37.807
3º -Mauro Thomassini – 5:42.528
4º – Pedro Henrique Sala – 5:57.272
5º – Fabio Brandt – 6:07.427

600cc Supersport Pró-AM
1º – Fabio Ranzatti – 5:47.678
2º – Mauro de Mello – 5:48.020
3º – Marthyn Decker – 5:50.591
4º – Leandro Pereira – 5:51.012
5º – Pedro Henrique Gonçalves -6:07.383

600cc Supersport Stock
1º – Ronaldo Caselli – 6:00.337
2º – Demetro Romão Filho – 6:17.870
3º – Renato Hiluey – 6:28.604
4º – Hugo Alexandre Silva – 6:30.629
5º – Douglas Pereira – 6:49.668