Foto: Roberto Castro foi o grande vencedor do Desafio Edgel de Supercross

Em prova emocionante, Roberto Castro vence o Desafio Internacional Edgel de Supercross

Foto: Roberto Castro foi o grande vencedor do Desafio Edgel de Supercross

Foto: Roberto Castro foi o grande vencedor do Desafio Edgel de Supercross

O piloto costarriquenho Roberto Castro foi o grande vencedor do Desafio Internacional Edgel de Supercross, que aconteceu este fim de semana (10 e 11 de outubro), em Capim Branco, MG. Atual campeão Latino-Americano de Motocross, Castro teve muito trabalho para conquistar a vitória e teve que mostrar todo o seu talento.

Castro largou na 4ª colocação, atrás de Jorge Balbi, Marcello -Ratinho- e Rafael Zenni mas, desde o início, mostrou que estava muito rápido e disposto a buscar a diferença. Na oitava volta, o piloto fez a ultrapassagem sobre Rafael Zenni na última curva, e assumiu o terceiro lugar.

A partir dali, partiu para cima de Jorge Balbi e Marcello -Ratinho- Lima que disputavam a liderança. Rapidamente, o costarriquenho também entrou na briga pela ponta. Na décima primeira volta, o piloto fez a ultrapassagem sobre Ratinho e acabou tomando segundos preciosos do brasileiro.

-Na hora da ultrapassagem, ele acabou batendo na minha roda da frente, me desequilibou e eu caí. Minha moto morreu e eu perdi muito tempo para me recuperar, ficando fora da briga pela vitória-, explicou o paulista.

O costarriquenho não se esquivou e também comentou a ultrapassagem. -Realmente tanto a ultrapassagem sobre o Zenni como sobre o Ratinho foram muito fortes. Não é a forma como eu gosto de ultrapassar meus adversários mas, neste circuito era o único jeito-.

Quem se deu bem com o enrosco dos dois foi Balbi, que abriu vantagem na liderança e passou a administrar a primeira colocação. O mineiro fez a volta mais rápida da pista e mantinha uma vantagem confortável quando deixou a moto morrer na 22ª volta.

-Larguei na frente e a prova estava toda controlada. A pista estava muito fácil e sabia que a única forma de eu perder era errando. Infelizmente, aconteceu e eu deixei minha moto morrer. Faz parte do esporte, o erro foi meu e não tem muito o que fazer-.

O próprio Castro confirmou que, se não fosse o erro, não teria muitas chances de vencer. -A vitória não foi da forma como eu gostaria, pois gosto de vencer lutando e não com um erro do meu adversário. Se ele não errasse, provavelmente não conseguiria a vitória, mas faz parte. Também já perdi muitas provas assim e sei como ele deve estar se sentindo-, resumiu.

O evento foi um grande sucesso de público, com mais de quinze mil pessoas presentes para assistir a prova e os shows das bandas Detonautas e CPM 22, que também agitaram o público. A ESPN Brasil transmitiu o Desafio Internacional Edgel no domingo.

-Foi um grande show, sucesso de público, mídia e muito importante para o crescimento do esporte. O evento está aí, todos conhecem e, agora, esperamos contar com mais parceiros para as próximas edições-, comentou Geraldo Gonçalves, organizador do evento.

Além da parte esportiva, o Desafio Internacional Edgel de Supercross também teve uma grande importância social. O evento arrecadou dez mil reais para a APAE de Capim Branco e conseguiu assegurar a manutenção da entidade. Balbi, que venceu a prova do Campeonato Mineiro na noite de sábado, doou o seu prêmio de R$ 1.500,00.

O Supercross Edgel é realizado por Edgel Industrial e supervisionado pela Federação Mineira de Motociclismo. A Cerveja oficial do evento é Itaipava e PAD. Promoção 98 FM e Prefeitura Municipal de Capim Branco. Apoio Rede Globo Minas, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros de MG, a Organização é Conectmais Comunicação.

Classificação Final
1º – Roberto Castro – Suzuki
2º – Rafael Zenni – Suzuki/Petrobrás
3º – Christopher “Pipo” Castro – 2B Racing
4º – Jorge Balbi – 2B Racing
5º – Marcelo Lima – Team Honda