brasileiro-de-enduro-bruno-crivilin

Enduro: Bruno Crivilin vence em Goiás e se aproxima do título

Dois dias de disputas em Marzagão marcaram a passagem do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM por Goiás – sendo esta a primeira vez que o Estado sediou a competição em 16 anos. A prova teve base no Centro Cultural da cidade e seu roteiro somou 35 quilômetros e incluiu três especiais, sendo dois Enduro Testes e um Cross Teste. O certame ocorreu em 30 de junho e e 1º de julho.

Bruno Crivilin venceu todas as cinco etapas do Brasileiro de Enduro disputadas até aqui. Piloto lidera a EnduroGP e também a categoria E1 - Foto: Rogério Leite/Mundo Press

Bruno Crivilin venceu todas as cinco etapas do Brasileiro de Enduro disputadas até aqui. Piloto lidera a EnduroGP e também a categoria E1 – Foto: Rogério Leite/Mundo Press

Novamente, Bruno Crivilin venceu pelas categorias EnduroGP, que reúne os melhores pilotos em pista, e E1, aproximando-se do título nas duas divisões. Vinicius Calafati garantiu a nova dobradinha da dupla para a equipe Orange BH KTM Racing, na EnduroGP. “Estou muito feliz por mais uma vitória na temporada, mantendo a invencibilidade no Brasileiro e abrindo mais alguns pontos na liderança. Muito bom ter uma etapa em uma cidade diferente, nunca havia competido em Goiás. Quero agradecer demais a todos da minha equipe por todo o apoio, sem eles eu não conseguiria essas conquistas e não teria essa vantagem, não faria o campeonato que estou fazendo. Todos têm sido fundamentais para essa minha campanha e parabéns também para meu companheiro de equipe que está cada vez mais rápido e agora assumiu a liderança do Campeonato na sua categoria”, destacou Crivilin, invicto no Brasileiro de Enduro.

Vinícius Calafati garantiu a dobradinha para a equipe KTM na EnduroGP e lidera a classe E2

Vinícius Calafati garantiu a dobradinha para a equipe KTM na EnduroGP e lidera a classe E2

Com o resultado, Bruno soma 245 pontos na liderança da EnduroGP, contra 186 de Júlio Ferreira e 184 de Vinícius Calafati. “Eu consegui manter uma boa velocidade no primeiro dia e estava bem neste domingo, ganhando confiança para brigar pelas primeiras posições na Enduro GP, quando sofri uma queda no final que me tirou da disputa”, lamentou Júlio, que corre pela Honda Racing, a bordo de uma CRF 450RX. Neste final de semana, o piloto obteve o quarto lugar na EnduroGP e o segundo na E2, onde possui 222 pontos – apenas quatro menos que o líder, Vinícius Calafati. A sexta e penúltima etapa do campeonato está marcada para os dias 4 e 5 de agosto em Farroupilha (RS).

A Honda segue viva na briga pelo título no Brasileiro de Enduro. Júlio Ferreira é o segundo colocado na EnduroGP e na E2 - Foto: Renato Mendes/Mundo Press

A Honda segue viva na briga pelo título no Brasileiro de Enduro. Júlio Ferreira é o segundo colocado na EnduroGP e na E2 – Foto: Renato Mendes/Mundo Press

Enduro também é um esporte humano

Não é só no futebol que há Fair Play, e esta etapa do Brasileiro de Enduro foi uma grande prova disso. A goiana Bárbara Neves (campeã da EFeminina em 2017), encontrou sua principal adversária em dificuldades e não pensou duas vezes para descer de sua CRF 230F e ajudar Maiara Basso. A gaúcha é a atual líder da EFeminina e havia sofrido uma queda. “Ela estava caída em uma vala, numa subida, de um jeito que não dava para levantar a moto. Parei para ajudar. A amizade e a união dos pilotos está acima das disputas”, ensinou Bárbara Neves. Além de preservar a amizade, Bárbara também faturou a vitória na categoria e reduziu para 10 pontos a diferença para a líder Maiara.

Bárbara Neves lecionou sobre fair play no Brasileiro de Enduro. Vendo a principal adversária no chão, desceu de sua moto e ajudou Maiara Basso a se recompor da queda. Além do belo gesto, Bárbara também garantiu a vitória. Foto - Rogério Leite/Mundo Press

Bárbara Neves lecionou sobre fair play no Brasileiro de Enduro. Vendo a principal adversária no chão, desceu de sua moto e ajudou Maiara Basso a se recompor da queda. Além do belo gesto, Bárbara também garantiu a vitória. Foto – Rogério Leite/Mundo Press

Resultados Brasileiro de Enduro FIM – 5ª etapa – Marzagão  (GO)

Enduro GP
1 – Bruno Crivilin
2 – Vinícius Calafati
3 – Patrik Capila
4 – Júlio Ferreira
5 – Gustavo Pellin

E1
1 – Bruno Crivilin
2 – Nicolás Rodriguez
3 – Diego Colett
4 – Willian Palandi 

E2
1 – Vinícius Calafati
2 – Júlio Ferreira
3 – Gustavo Pellin
4 – Victor Miranda
5 – Maurício Rizzon

Rômulo venceu na E3 e lidera a categoria. Foto: Janjão Santiago/Yamaha

Rômulo venceu na E3 e lidera a categoria. Foto: Janjão Santiago/Yamaha

E3 
1 – Rômulo Bottrel
2 – Felipe Carlette
3 – Felipe Legarrea
4 – Rodrigo Corsi
5 – Luiz Adriano Zanotto

E4
1 – Tiago Wernersbach
2 – Anderson da Luz
3 – Ronald Santi
4 – Marcos Souza
5 – Fernando Pereira

EJúnior 
1 – Patrik Capila
2 – Willian Lauers
3 – Vinícius Luis da Silva
4 – Vinícius de Sá
5 – Eduardo Xavier

EFeminina
1 – Bárbara Neves
2 – Maiara Basso
3 – Marcely Cazadini

E35 
1 – Nielsen Bueno
2 – José Monteiro
3 – Diogo Resende

E40 
1 – Fernando Teixeira
2 – Adriano de Ávila
3 – Kleber Nunes
4 – Adriano Morales
5 – Willian Meneses

E45 
1 – Pélmio Simões
2 – Rodrigo Cavalini
3 – Evandro Bozetti
4 – Luiz Barbosa de Almeida
5 – Maurício Fernandes

E50 
1 – Marcos Benvenutti
2 – Paulo Cesar Ascenção

EAmador 
1 – Roberto Theodoro
2 – Agenor dos Santos
3 – Lucas Colombo
4 – Rafael de Almeida
5 – Wellington Rodrigues

Classificação do Campeonato Brasileiro após cinco etapas

Enduro GP
1 – Bruno Crivilin – 245 pontos
2 – Júlio Ferreira – 186 pontos
3 – Vinícius Calafati – 184 pontos
4 – Patrik Capila – 167 pontos
5 – Gustavo Pellin – 142 pontos

E1 
1 – Bruno Crivilin – 247 pontos
2 – Nicolás Rodriguez – 204 pontos
3 – Gabriel Soares – 150 pontos
4 – Diego Colett – 110 pontos
5 – Willian Palandi – 70 pontos

E2
1 – Vinícius Calafati – 226 pontos
2 – Júlio Ferreira – 222 pontos
3 – Gustavo Pellin – 192 pontos
4 – Victor Miranda – 174 pontos
5 – Mauricio Rizzon – 122 pontos

E3
1 – Rômulo Bottrel – 244 pontos
2 – Felipe Legarrea – 200 pontos
3 – Felipe Carlette – 172 pontos
4 – Rodrigo Corsi – 99 pontos
5 – Lucas Marques – 40 pontos

E4
1 – Tiago Wernersbach – 235 pontos
2 – Anderson da Luz – 207 pontos
3 – Ronald Santi – 178 pontos
4 – Fernando Pereira – 165 pontos
5 – Marcos Souza – 162 pontos

EJúnior
1 – Patrik Capila – 243 pontos
2 – Vinícius de Sá – 204 pontos
3 – Willian Lauers – 191 pontos
4 – Washington Pereira – 98 pontos
5 – Vinícius Luis da Silva – 42 pontos

EFeminina
1 – Maiara Basso – 144 pontos
2 – Bárbara Neves – 134 pontos
3 – Marcely Cazadini – 106 pontos
4 – Tainá Aguiar – 76 pontos
5 – Livia Batistine – 64 pontos

E35
1 – Diogo Resende – 217 pontos
2 – Nielsen Bueno – 197 pontos
3 – Anderson Vieira – 135 pontos
4 – Igor Reolon – 100 pontos
5 – Tiago Bellaver – 88 pontos

E40
1 – Fernando Teixeira de Carvalho – 206 pontos
2 – Adriano de Ávila – 166 pontos
3 – Sidnei Siquela – 119 pontos
4 – Cassiano Tebaldi – 100 pontos
5 – Fernando Spindler – 89 pontos

E45
1 – Rodrigo Cavalini – 202 pontos
2 – Pélmio Simões – 194 pontos
3 – Laurindo Filho – 173 pontos
4 – Maurício Fernandes – 171 pontos
5 – Evandro Bozetti – 88 pontos

E50
1 – Marcos Benvenutti – 158 pontos
2 – Romeu Enrich – 103 pontos
3 – Milton Coelho – 76 pontos
4 – Levi Tesch – 50 pontos
5 – Fábio Campos – 50 pontos

EAmador
1 – Gabriel Bellaver – 185 pontos
2 – Agenor dos Santos – 182 pontos
3 – Roberto Theodoro – 155 pontos
4 – Lucas Colombo – 152 pontos
5 – Uiliam Brunetta – 80 pontos

separador_enduro



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.