O primeiro dia do Enduro da Independência 2016 exigiu muito dos competidores - foto: Leo Tavares

Enduro da Independência 2016: deu Jomar Grecco no primeiro dia

End_Ind_2016_cabeca

O capixaba Jomar Grecco foi quem se deu melhor na Categoria Máster no primeiro dia do Enduro da Independência 2016, realizado no domingo (4/9). Nas segunda e terceira posições ficaram Gianino Coscarelli e Fábio Coelho Amaral.

O primeiro dia do Enduro da Independência 2016 exigiu muito dos competidores - foto: Leo Tavares

O primeiro dia do Enduro da Independência 2016 exigiu muito dos competidores – foto: Leo Tavares

Os competidores largaram em Curvelo, passaram pelo vilarejo de Saco Novo, com neutralizado em Cordisburgo, terra natal de Guimarães Rosa. Um roteiro à moda antiga, com percurso de 190 quilômetros, que exigiu precisão na navegação e médias horárias mais puxadas e terreno com muito cascalho pela frente. Antes de retornar para Curvelo, a prova também passou na cidade de Paraopeba.

Roteiro do primeiro dia – 4/9

EI_2016_Mapa_ Dia 01

Curta vídeo com o resumo do primeiro dia

Como será o segundo dia do Enduro da Independência – 5/9

Para poupar os pilotos do deslocamento por estradão, a largada vai ser na cidade vizinha de Monjolos. Logo depois, uma seleção de trilhas, já no relevo da Serra do Espinhaço, que também faz parte do prolongamento da Estrada Real de Ouro Preto à Diamantina.

Serão 145 quilômetros de percurso em um misto de cascalho e muitas pedras, com altitudes mais elevadas. O destaque fica por conta de um trecho de 30 quilômetros de trilhas ininterruptas e ainda virgens, para testar a técnica e resistência e esquentar o braço dos pilotos. Para que o público possa acompanhar de perto o desempenho dos competidores, trilhas dentro da cidade, também fazem parte do roteiro, que igualmente termina em Monjolos.

Roteiro do segundo dia do Enduro da Independência – 5/9

EI_2016_Mapa_ Dia02

Para ver os resultados completos do dia,  clique aqui
Separador_motos

Imagens produzidas por Corrosivo Filmes



Mário Sérgio Figueredo

Motociclista apaixonado por motos há 42 anos, começou a escrever sobre motos como hobby em um blog para tentar transmitir à nova geração a experiência acumulada durante esses tantos anos. Sua primeira moto foi a primeira fabricada no Brasil, a Yamaha RD 50.