2

Enduro do Tomate fecha o estadual neste domingo 20 de novembro

Com 98 pilotos participando da  8a.  e  última etapa de enduro  na cidade de Paty do Alferes, a FEMERJ – Federação de Motociclismo do Rio de Janeiro encerra o calendário de 2011 na modalidade.

O sábado (19/11) já foi de muita agitação na antiga estação de trem de Paty (Centro da cidade) onde pilotos das categorias Master, Sênior, Over, Júnior, Duplas e Novatos  reuniram-se para pegar os kits da prova marcada para às 9 horas do dia seguinte. Muita expectativa em relação ao tempo e ao percurso desenhado e percorrido pelo Diretor da Prova, Eduardo Matias, durante três vezes e , duas delas, debaixo de chuva.

Passando por localidades dos municípios de Paty do Alferes e Miguel Pereira, o trecho de 95Km da prova foi percorrido numa média de 5 horas com 71 PCs (pontos de checagem) o que deixou a prova extremamente técnica e considerada de média a difícil pelos pilotos. Isto não desanimou ninguém e, ao contrário, estimulou todos a fechar a prova percorrendo os trechos dentro da regularidade e transpondo os obstáculos e desafios como terrenos extremamente íngremes, passagens em áreas fechadas de vegetação, trechos com muita lama (apesar do dia ensolarado), atenção integral no totem e na planilha além, é claro, de atenção nos colegas de prova.

O resultado  para aqueles que passaram por lugares como Palmares,  Haras Piramba, Marco da Costa, Monte Cedro e Trilha 63 foi um misto de missão cumprida e satisfação por estar num dos melhores eventos da temporada.

No neutro de Marco da Costa, no “famoso” El Shadai do Rui, o comentário de todos era de que a prova superou todas as expectativas em organização e, principalmente, na qualidade do percurso. Para os pilotos novatos, como Raphael Almeida, “ O lugar é incrível e a experiência é marcante. Terminar uma prova desta categoria é um privilégio”.

Para Eduardo Matias, Diretor da Prova e da Modalidade junto à FEMERJ, “A minha proposta é oferecer para os praticantes de enduro um calendário de provas que percorra todo o estado e que também proporcione  trilhas desafiadoras e com muita emoção. O enduro é regularidade, navegação e disciplina. E todos querem isto nas provas. A agenda de 2012 já está sendo preparada e vamos divulgar em breve. Quero o mesmo resultado de Paty: satisfação de quem vem do Estado do Rio e um número cada vez maior de mineiros e paulistas que prestigiam as nossas provas”.

Na trilha 63, local de fechamento dos PCs, a chegada aconteceu em grupos. Motos enlameadas, macacões rasgados , muito suor no rosto e braços que mostraram força em cinco horas segurando a moto. Ainda faltava mais uma corrida até a Praça Jorge Jacó Abduí para a entrega do gps ao Boka e para o podium.

Os troféus, confeccionados em madeira, levaram a logo do Enduro do Tomate e foi mais um incentivo para a galera fechar a prova na disputa pela etapa e pelo campeonato.

Resultados da apuração:
Categorias Master
1º.Rodrigo Barbosa
2º.Eduardo Salvarani
3º.Filipe Pires Menezes

Sênior
1º.Claudio Ribeiro
2º. Arlindo Junior
3º.Amauri de Campos Mario

Over
1º.Alexandre Corrêa. Riedel.
2º.Jose Augusto Mendes Vilar
3º.Marcus Eustaquio

Junior
1º.Matheus Santos
2º.Hector Siqueira Neto
3º.Acácio Cordeiro

Dupla
1º.Osny Sidney/Paulo Roberto
2º.Guto / Tairone

Novatos
1º.Thiago Procópio
2º.Davis Lima
3º.Gabriel Alvim Portilho

Na prova do Enduro do Tomate (resultado regional):
1º.Antonio Carlos Pontes
2º.Alan Pontes

O evento fechou com a apresentação da banda carbono 40 na praça da estação com a presença dos moradores e dos pilotos e suas famílias.

Esta etapa do Enduro do Tomate teve o patrocínio da Prefeitura de Paty do Alferes, da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, da Bella Copy, do site Riobrasil, da Flevem Sport ‘s, da Corona Racing e da Bros Extreme. Especial agradecimento a Fred Almeida pela participação na organização desta fase do campeonato.