Foto: Pneu novo

Entenda as diferenças

Foto: Pneu novo

Foto: Pneu novo

J  que brasileiro ‚ muito religioso e s¢ acredita vendo, tal qual SÆo Tom‚, aqui estÆo as imagens que mostram as diferen‡as entre pneus recauchutados e remoldados e os motivos de serem condenados para uso em motos. Para come‡ar, a explica‡Æo para condenar o remanuseio de pneus de motos. Quando a f brica produz pneus para carros, caminhäes, “nibus, tratores, aviäes, carretas etc, o projeto j  prevˆ a possibilidade de remoldagem. NÆo se espante se um dia ouvir que a maioria dos pneus de aviÆo sÆo remoldados e at‚ mesmo recapados. Os aviäes s¢ precisam dos pneus enquanto estÆo no chÆo e sÆo sempre em duplas, se um explodir sempre tem o vizinho pra segurar a barra. ânibus e caminhäes j  usam pneus recauchutados h  d‚cadas e isso explica a quantidade de lascas de borracha espalhadas pelas estradas!

J  os pneus de motos – por suas caracter¡sticas de uso e seguran‡a – sÆo fabricados prevendo sua INUTILIZA€ÇO ap¢s o fim da durabilidade. Eles nÆo sÆo produzidos prevendo o uso posterior a nÆo ser como material reciclado. Por isso ‚ bom levar os pneus velhos a uma borracharia, contribuindo para economizar mat‚ria-prima e reduzir os ber‡ rios de mosquitos.

Foto: Recauchutado e remoldado

Foto: Recauchutado e remoldado

Nestas imagens vocˆ pode ver um corte em trˆs pneus. Na primeira foto aparece o pneu novinho. Segundo a Pirelli, a banda de rodagem (parte do pneu que fica mais tempo em contato com o solo) que envolve a carca‡a ‚ homogˆnea quanto … distribui‡Æo de material nos dois lados do pneu. Isso garante que os ombros (laterais) dos pneus tenham ƒngulo exato de acordo com as necessidades da moto. Assim, quando o motociclista faz uma curva, o pneu consegue manter o seu grip, garantindo estabilidade e seguran‡a.

Na segunda foto, aparecem os pneus, recauchutado (… esquerda) e o remoldado (… direita). Repare que no pneu recauchutado a banda de rodagem tem diferentes ƒngulos nos ombros. Al‚m de maior peso (mais consumo de gasolina), esse tipo de pneu tamb‚m nÆo consegue contornar as curvas com perfei‡Æo, perdendo aderˆncia, j  que a parte em contato com o solo ‚ menor, al‚m de apresentar medidas muito irregulares.

Finalmente no pneu remoldado, a banda de rodagem simplesmente ‚ vulcanizada (colada) na carca‡a velha. Como os pneus se desgastam de forma irregular, ‚ imposs¡vel que a banda de rodagem tenha as mesmas medidas entre os dois extremos. Numa curva os ombros nÆo conseguem manter o grip e o resultado ‚ a perda de aderˆncia.

Essas informa‡äes que vocˆ acabou de ler estÆo em uma revista publicada pela Pirelli. Algu‚m poderia argumentar “mas ‚ claro, a f brica quer vender mais pneus novos”. Esse tipo de coment rio, fruto de uma cultura que gosta de levar vantagens onde nÆo h  meios de obter nenhuma vantagem, geralmente ‚ feito por quem nÆo conhece uma f brica. Seja de pneus, de talheres, de lƒmpadas, de televisÆo, de qualquer coisa. A filosofia de uma f brica moderna ‚ conquistar pela qualidade e levar um tomba‡o por causa de um pneu mal feito nÆo ‚ exatamente a id‚ia de qualidade. Ou “empurrar” mercadoria, criando uma esp‚cie de reserva de mercado contra produtos de m  qualidade nÆo faz parte de NENHUMA f brica de pneus que conhe‡o. E olhe que conhe‡o uma d£zia de fabricantes!

NÆo acredite nestas teorias conspirat¢rias sobre lobby da ind£stria para vender mais pneus. Pense que uma moto tem apenas dois pneus, enquanto carros tˆm quatro e caminhäes tˆm um monte. Se um deles desmanchar a 100 km/h tem outros para garantir alguma estabilidade, mesmo assim o risco de uma traulitada ‚ grande. Mas na moto sÆo apenas dois, se um deles abrir o bico, sÆo seus dentes que vÆo cravar no asfalto!