Equipe da Universidade Federal de Santa Catarina é campeã da Baja SAE Etapa Sul

Equipe da Universidade Federal de Santa Catarina é campeã da Baja SAE Etapa Sul

Equipe da Universidade Federal de Santa Catarina é campeã da Baja SAE Etapa Sul

Estudantes da Universidade Federal de Rio Grande do Sul e do Instituto Superior Tupy, de Joinville, também se destacaram na competição

A equipe UFSC Tupy Ilhéu, da Universidade Federal de Santa Catarina, venceu com 672 pontos, a Competição Baja SAE BRASIL Regional 2009-Etapa Sul, realizada neste final de semana, dias 7 e 8, em Horizontina, RS. A equipe Tchê, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, conquistou a segunda colocação com 664 pontos, seguida pela também catarinense equipe Krona Ciser Ist Baja, do Instituto Superior Tupy, de Joinville, com 467 pontos. A última prova da competição terminou às 14h, com a bandeirada do prefeito Irineu Colato, de Horizontina.

Realizada em conjunto com a 3ª Feintech (Feira Internacional de Tecnologia de Horizontina), no Parque Municipal de Eventos de Horizontina, a competição de engenharia arrecadou 560 kg de alimentos não-perecíveis, para serem doados ao Lar do Idoso Santa Luzia da Vila Bella União, localizado no município.

Organizada pela SAE BRASIL Seção Regional Porto Alegre, a competição reuniu 13 equipes, entre 14 inscritas, compostas por cerca de 190 estudantes, que representaram 11 instituições de ensino superior do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. O objetivo da competição regional é oferecer mais uma oportunidade anual para os alunos demonstrarem seu trabalho e também testarem os veículos para a Competição Baja SAE BRASIL-PETROBRAS, que ocorrerá em fevereiro de 2010, em Piracicaba, SP.

A Competição Baja SAE BRASIL Regional 2009-Etapa Sul contou com apresentação oral dos projetos e avaliações de segurança, conforto e regulagem de motor. No domingo (8), os carros passaram por provas de subida de rampa, aceleração, velocidade, dirigibilidade e um enduro de resistência, com três horas de duração e participação de 12 carros, projetados e construídos pelos estudantes de engenharia.

Veículos – Os veículos Baja SAE são protótipos de estrutura tubular em aço, monopostos, para uso fora-de-estrada, com quatro ou mais rodas e devem ser capazes de transportar pessoas com até 1,90m de altura, pesando até 113,4 kg e motor padrão de 10 HP. Os sistemas de suspensão, transmissão, freios e o próprio chassi são desenvolvidos pelas equipes, que têm a tarefa de buscar patrocínio para viabilizar o projeto.

A SAE BRASIL realizará mais uma competição regional neste mês de novembro: a Etapa Nordeste, nos dias 13 e 15, no Estádio Municipal Armando de Oliveira, em Camaçari, na Bahia.

Besaliel Botelho, presidente da SAE BRASIL, destaca que as competições estudantis da associação impõem um rico desafio ao futuro engenheiro, porque envolvem desde o projeto e desenvolvimento do veículo até a realização de testes no protótipo. “Os estudantes trabalham em equipe não somente para conceber e elaborar o projeto, mas para construí-lo e colocá-lo em prova, sempre de acordo com o regulamento técnico da competição”, afirma Botelho. Segundo o presidente da SAE BRASIL, esses quesitos ajudam o futuro profissional a chegar mais preparado ao mercado.