Equipe embarca de olho nos pódios do Paris-Dakar

Conhecida por ser a £nica a competir nas trˆs categorias (moto, carro e caminhÆo), a equipe Petrobras Lubrax embarca no pr¢ximo dia 25 para o Rally Paris-Dakar com pretensäes ousadas.

No maior e mais longo rali do mundo, Jean Azevedo (moto), Klever Kolberg e Lourival Roldan (carro) e Andr‚ Azevedo, Luiz Azevedo e Mira Martinec (caminhÆo) largam de Barcelona no pr¢ximo dia 1§ de janeiro de olho em um lugar no p¢dio. Ser  a 18¦ participa‡Æo da equipe no Dakar. “Chegamos … maioridade com chances de grandes resultados nas trˆs categorias”, diz Kolberg, que em 2002 foi o oitavo lugar na classifica‡Æo geral e o vice-campeÆo na categoria Super Production Diesel.

Este ano, o piloto ga£cho, ao lado do navegador Lourival Roldan, corre com a grande novidade da equipe, um Mitsubishi Pajero Full 3.8 V6 desenvolvido pela conceituada oficina Ralliart na Alemanha. Trata-se do Mitsubishi mais preparado da prova, atr s apenas dos cinco carros da equipe oficial. Al‚m do motor de 250 cv, o carro tem chassi tubular e carroceria em fibra de carbono. O modelo ‚ reservado apenas a pilotos selecionados pela Ralliart. Outra importante novidade sÆo os pneus Pirelli Scorpion Rally. Eles sÆo resultado de trˆs anos de desenvolvimento da parceria entre a equipe Petrobras Lubrax e os engenheiros brasileiros da Pirelli.

Andr‚ Azevedo, vice-campeÆo entre os caminhäes em 2003, quer o lugar mais alto do p¢dio. Seu Tatra 815, fabricado na Rep£blica Tcheca, recebeu melhorias em rela‡Æo ao ano passado e agora conta com o apoio de um caminhÆo com pe‡as sobressalentes e equipe mecƒnica. “No Dakar, isto pode ser decisivo”, conta Andr‚. A bordo da cabine do Tatra, o brasileiro vai contar com a ajuda de Luiz Azevedo, seu primo. Com seis participa‡äes no Dakar (duas como mecƒnico, duas como piloto do carro de apoio, uma como mecƒnico e navegador do caminhÆo de apoio e uma competindo entre as motos, quando conquistou o sexto lugar na categoria Moto Production em 2002), Luiz assume o posto de navegador do caminhÆo Tatra.

Nas motos, a recupera‡Æo f¡sica de Jean Azevedo pode fazer o jovem e experiente piloto andar lado a lado com as feras do deserto. Depois de uma impressionante quinta coloca‡Æo obtida no Dakar em 2003, Jean sofreu um grave acidente no Rally dos Sertäes. Com o ombro ainda em recupera‡Æo, ficou com o 14§ lugar no Dakar 2004. Meses depois, recuperado, venceu o Sertäes. Agora, com sua KTM 700 preparada no Brasil, garante: “Posso surpreender e chegar a Dakar entre os primeiros”.

A Equipe Petrobras Lubrax tem patroc¡nio da Petrobras, Petrobras Distribuidora, Mitsubishi Motors do Brasil, Pirelli, e apoio da Minoica Global Logistics, Banco DaimlerChrysler, Mercedes-Benz Caminhäes, Mercedes Seguros, Controlsat Monitoramento Via Sat‚lite, Eurofarma, Planac Inform tica, Telenor Satellite Services AS, Kaerre, Capacetes Bieffe, Sparco Am‚rica Latina, Artfix, ZF do Brasil, Behr, Sadia e Dakar Promo‡äes.