Equipe Petrobras Lubrax comemora 23º Rally Dakar

Equipe Petrobras Lubrax comemora 23º Rally Dakar

Equipe Petrobras Lubrax comemora 23º Rally Dakar

Foram 14 dias de etapas contra o relógio e cerca de 9 mil quilômetros. O Rally Dakar testa os limites de máquinas e competidores. Os números falam por si só: dos 362 veículos que largaram no dia 1º de janeiro, retornaram apenas 187 à cidade argentina de Buenos Aires.

Mais uma vez, a Equipe Petrobras Lubrax surpreendeu. Rodolpho Mattheis, piloto de moto, conquistou o melhor resultado brasileiro na categoria Motos, a 29ª colocação. “Em um ano com recorde de pilotos brasileiros em minha categoria, saber que fui o melhor me enche de orgulho”, conta Rodolpho, que retornou ao Brasil como vice-líder na categoria Maratona até 450cc. Por conta deste resultado, a Equipe Petrobras Lubrax acumula agora 21 pódios no Dakar, sendo oito na primeira colocação.

Na categoria Carros, a Equipe Petrobras Lubrax contou com a experiência do piloto Jean Azevedo e o otimismo de Emerson “Bina” Cavassin para conquistar a 27ª posição. “Na primeira etapa tivemos problemas mecânicos e sofremos uma penalização que nos tirou qualquer condição de lutar por uma posição melhor”, explica Bina.

O navegador fez a sua primeira participação no Dakar e aprovou a experiência. “É um big Sertões”, resumiu, referindo à principal prova do calendário nacional. “Terminar o Dakar é uma vitória pois estamos falando da prova mais difícil do planeta”, avalia Jean Azevedo.

André Azevedo, piloto do caminhão da Petrobras Lubrax e conhecido por ser o primeiro sul americano a subir ao pódio do rali, por pouco não retornou ao Brasil com mais um pódio. Tendo ao seu lado o navegador Maykel Justo e o tcheco Mira Martinec, André explicou que estavam na terceira colocação entre os caminhões e tiveram uma pane elétrica. “Conseguimos recuperar muitas posições, mas uma turbina quebrada nos deixou fora da competição”, disse André.

A edição do Rally Dakar de 2011 ainda não tem local definido para acontecer. “Ouvimos algumas suposições sobre a prova, que teria início em Mônaco e passaria pela Tunísia, Líbia e Egito”, especula André. Em relação à América do Sul, André arrisca um palpite. “Acho que os organizadores do Dakar gostaram muito de realizar provas por aqui e imagino que eles possam fazer alguma etapa do Dakar Series, que são provas menores de seis ou sete dias, aproveitando já a experiência que adquiriram e promovendo a região”, concluiu.

Mais informações e fotos podem ser obtidas no site www.brasildakar.com.br, que além de ter feito a cobertura do Rally Dakar em parceria com o portal Webventure, também possui uma área para baixar fotos em alta resolução. Basta acessar a Galeria de Fotos e escolher qual etapa gostaria de fazer download. Confira!

A Equipe Petrobras Lubrax tem o patrocínio de Petrobras, Mitsubishi Motors do Brasil e CCR NovaDutra. E o apoio de Mercedes-Benz Caminhões, Pirelli, KTM do Brasil, Renov, BorgWarner, Mahle, Kaerre, Capacetes Bieffe, Sparco América Latina, Fazenda Real e Artfix.