Equipe Petrobras Lubrax pronta para  sua 24ª participação no Rally Dakar repleta de novidades

Equipe Petrobras Lubrax pronta para sua 24ª participação no Rally Dakar repleta de novidades

Equipe Petrobras Lubrax pronta para  sua 24ª participação no Rally Dakar repleta de novidades

Quando todos se preparam para a chegada das festas de final de ano a Equipe Petrobras Lubrax esquenta os motores para mais uma participação no Rally Dakar, a sua 24ª. O maior desafio off road do mundo terá início no dia 1º de janeiro de 2011, em Buenos Aires, passará pelo Chile e retornará à capital argentina no dia 16, após cerca de nove mil quilômetros rodados.

Para esta participação, a Equipe Petrobras Lubrax reservou novidades. A primeira delas é a mudança de categoria do piloto Jean Azevedo. Apenas nesta edição do rali, ele trocará o volante do carro pelo guidão da moto, e assim competirá com uma KTM 690.

No lugar dele entre os Carros chegou o piloto Marlon Koerich, estreante no Dakar, mas experiente em provas brasileiras, como o Rally dos Sertões, onde venceu as edições de 2003 e 2005, nas categorias Production e Super Production, respectivamente. Marlon contará com o auxílio do navegador Emerson “Bina” Cavassin, que além dos ralis nacionais, também tem em seu currículo a participação no último Dakar, em janeiro de 2010. “Como sou estreante no Dakar sei que terei muitas surpresas pela frente. Ainda bem que terei o Bina ao meu lado, que já fez uma edição da prova”, ressaltou o piloto.

A Equipe Petrobras Lubrax é conhecida por ser a única no mundo a competir o Rally Dakar em três categorias simultaneamente. Desta forma, está inscrita entre as motos, carros e caminhões.

Na categoria Caminhões, os brasileiros André Azevedo e Maykel Justo continuarão a parceria no Dakar e terão como terceiro integrante o tcheco Mira Martinec, que também fará as funções de mecânico no decorrer do percurso. “O Mira conhece bem o caminhão que utilizaremos, o tcheco Tatra, e sua ajuda com certeza é de extrema importância, ainda mais por conta de algumas alterações que fizemos recentemente”, explicou o piloto André Azevedo, um dos fundadores da Equipe Petrobras Lubrax e referência no off road brasileiro.

O caminhão Tatra recebeu algumas evoluções, visando maior competitividade no rali. São elas: troca de amortecedores, novos freios, redução de 900 quilos em seu peso total com a inserção de um baú mais leve e aros de alumínio nas rodas, e mudança do reservatório de combustível traseiro, melhorando o centro de gravidade do veículo.