20111121041436[1]

Eric encerra o espanhol entre os cinco melhores

A última etapa do Campeonato Espanhol foi realizada neste domingo, 20 de novembro, no Circuito de Jerez. O piloto brasileiro Eric Granado largou na quinta posição, após completar a volta dos treinos classificatórios com um tempo de 2:01.600, à frente do líder do campeonato Alex Rins. No entanto, o tempo chuvoso e a pista molhada atrapalharam o piloto, que terminou a corrida na 13ª posição.

O brasileiro manteve a quinta posição até a quarta volta, porém, com a forte chuva, o piloto sofreu uma queda, foi para o 30ª lugar e teve que fazer uma corrida de recuperação. Esta etapa foi a mais emocionante da temporada. Em alguns momentos o piloto #57 chegou a estar em terceiro na competição. Com muita chuva e várias quedas, o título também mudou de mão várias vezes, e o espanhol Alex Lins quase perdeu o campeonato.Devido às condições perigosa que estava a pista, a bandeira vermelha encerrou a prova antes do fim da corrida. Dos 40 pilotos que participaram da etapa, apenas 22 completaram a prova.

Mesmo fazendo apenas 3 pontos nesta etapa, Eric garantiu o quinto lugar no Campeonato Espanhol, com 59 pontos. O piloto #57 foi regular durante todo o ano, o que garantiu o bom resultado no final da temporada.

No próximo ano, Eric Granado disputará o Campeonato Mundial, na categoria Moto 2. O brasileiro fechou contrato de três anos com JIR, e faz parte, ao lado do francês Johann Zarco, que este ano foi vice-campeão na categoria 125cc do Mundial, de um projeto a longo prazo da equipe nipo-italiana.

Eric Granado contou com patrocínios importantes nesta temporada e colocou o Brasil entre os cinco primeiros na Europa, além de garantir uma vaga verde e amarela no Mundial de Motovelocidade 2012. O piloto agradece ao Banco Rural, Grupo Mammoet Irga, Mobil Lubrificantes, Alliance Investimentos, Capacetes Shark, Óculos Oakley, Macacões Arlen Ness, Rush Motorcycles, CPN-Natação, Luna Aerografia, TrendsMotos, SoulMoto, Alpinestars e Laser.

Classificação do CEV-Buckler 2011 (dez primeiros)
1 – #42 Alex Rins (ESP) – 102 pontos
2 – #23 Alex Marquez (ESP) – 90
3 – #41 Francesco Bagnaia (ITA) – 74
4 – #59 Niccolo Antoneli (ITA) – 65
5 – #57 Eric Granado (BRA) – 59
6- #9 Jorge Navarro (ESP) – 57
7 – #15 Romano Fenati (ITA) – 55
8 – #28 Josep Rodríguez (ESP) – 53
9 – #58 Juanfran Guevara (ESP) – 50
10- #43 John McPhee (GBR) – 38