20120322175626[1]

Eric Granado é elogiado no último teste oficial da Moto2

Granado: promessa do motociclismo brasileiro no cenário internacional

Granado: promessa do motociclismo brasileiro no cenário internacional

Os últimos testes oficiais da Moto2, realizados nesta semana, no circuito espanhol de Jerez, mostraram a evolução do piloto Eric Granado na categoria que é a porta de acesso para a MotoGP. Granado conseguiu diminuir a diferença para os ponteiros. O seu melhor tempo foi 1m44s338, 2s355 do primeiro colocado, o italiano Claudio Corti. No início do ano essa diferença era superior a 5s.

Na terceira etapa de testes, agora com motores oficias, o brasileiro, que defende a equipe JiR ao lado do francês Johann Zarco, vice-campeão do mundo na categoria 125cc, chegou mais perto também de seu companheiro de equipe.

A rápida evolução do piloto e a adaptação à nova moto foi comemorada. O chefe da equipe JiR, Gianluca Montiron, também fez uma análise da apresentação do brasileiro na pista. “Nós finalizamos os três dias da última sessão que pode ser considerada positiva. Eric causou boa impressão, ele foi rápido e não cometeu muitos erros. A sua pilotagem para a nova categoria está cada vez melhor e ele ainda tem tempo para evoluir antes de sua estreia”, elogiou.

Desde o inicio do ano, o foco não foi andar rápido e sim na adaptação ao novo equipamento. Eric Granado, que utilizava ano passado uma moto Aprilia 125cc de dois tempos, agora usa uma moto2 de motor Honda de 600cc (protótipo) mais pesada e que exige dele uma nova preparação. O piloto está satisfeito e muito motivado para iniciar a temporada. “Esses três dias de teste foram positivos. Dia após dia meus tempos melhoraram, especialmente no último, mas ainda há muito espaço para evolução. Nós trabalhamos para encontrar a melhor posição na moto e aplicar pequenas modificações que tem me ajudado a encontrar a melhor forma de pilotar”, analisou Granado.

Eric é o piloto mais novo do grid do Moto. Antes de sua estreia no Mundial, o piloto participa no Campeonato Espanhol, que tem a primeira etapa marcada para os dias 31/3 e 1º de abril, no circuito de Jerez. No Mundial, ele só estará apto a competir a partir da sexta etapa, quando terá completado 16 anos, idade mínima exigida. “Agora, no Campeonato Espanhol espero evoluir um pouco mais”, comenta Granado.

O Campeonato Espanhol, Eric conhece muito bem. Ele terminou a temporada passada em quinto lugar, na categoria 125cc 2T. Agora, ele sabe que o nível na Moto2 é outro, mas como é muito novo, terá o tempo necessário para evoluir.