Especialista fala sobre a maior conscientização do consumidor sobre seus direitos no Dia do Consumidor

Hoje, 17 anos ap¢s a implanta‡Æo do C¢digo de Defesa do Consumidor, a popula‡Æo est  muito mais consciente de seus direitos e, freqentemente, recorre aos ¢rgÆos de defesa para reclamar e receber orienta‡äes.

“Estamos no d‚cimo s‚timo ano ap¢s a implanta‡Æo do C¢digo de Defesa do Consumidor e, de 1990 para c , uma nova tendˆncia de comportamento das pessoas foi impulsionada por ele. O consumidor est  mais exigente porque tem conhecimento de seus direitos.

Antes, muitas pessoas nem sabiam que tinham direitos e, por isso, deixavam passar muitas coisas. Hoje, com essa consciˆncia, o consumidor nÆo pensa duas vezes antes de ir atr s dos seus direitos. Isso o tornou mais exigente a medida que entendeu que a lei, na maioria dos casos, est  a seu lado”, diz Paulo S‚rgio Feuz, advogado especialista em Direito do Consumidor e coordenador do curso de Direito das Faculdades Integradas Rio Branco.