Estrutura da 14ª Edição dos Sertões começa a ser erguida em Goiânia

Estrutura da 14ª Edição dos Sertões começa a ser erguida em Goiânia

Estrutura da 14ª Edição dos Sertões começa a ser erguida em Goiânia

A estrutura para a largada da 14¦ edi‡Æo do Rally Internacional dos Sertäes, que largar  de Goiƒnia (GO) no dia 27 de julho, j  est  sendo erguida no terreno em frente ao Shopping Flamboyant. Como nos anos anteriores, vistorias dos ve¡culos, pr¢logo, largada promocional e show serÆo feitos neste espa‡o de 200 mil mý.

As m quinas j  estÆo no terreno, fazendo o tra‡ado do pr¢logo, circuito fechado para a realiza‡Æo da tomada de tempos, que definir  a ordem de largada da primeira etapa, que ser  entre Goiƒnia e Mina‡u (GO), no dia 27. Nesta quinta-feira (13), a equipe de produ‡Æo, que conta com 100 pessoas, come‡ou o trabalho de montagem da arena que funcionar  entre os dias 24 e 27 de julho.

Para que esta edi‡Æo do maior rali da Am‚rica Latina e um dos maiores do mundo em n£mero de participantes seja realizada, a organiza‡Æo conta com o trabalho de 425 pessoas, sendo que 325 seguem a caravana para as nove cidades-sede, que sÆo Mina‡u (GO), Palmas (TO), Alto Parna¡ba (MA), Corrente (PI), Barra (BA), Seabra (BA), Brumado (BA), Cƒndido Sales (BA) e Porto Seguro (BA).

A dire‡Æo geral da Dunas Race, empresa organizadora e promotora do Rally dos Sertäes ‚ do empres rio Marcos Erm¡rio de Moraes, que em 1996 assumiu o rali, depois de participar como piloto de moto pela primeira vez em 1993. H  dez anos, Moraes cuida de toda a log¡stica da prova, assim como do levantamento do roteiro. Durante o rali, coordena toda a equipe t‚cnica, que conta com 80 pessoas na modalidade cross country e 25 na regularidade, que ficam nas trilhas, cuidando para que tudo dˆ certo para os competidores.

Diretamente ligados …s trilhas tamb‚m estÆo os 21 m‚dicos, cinco pessoas da apura‡Æo dos resultados, dois coelhos (que fazem a verifica‡Æo das trilhas antes da largada das etapas), quatro Canastras (grupo de a‡Æo ambiental que recolhe todo tipo de detritos deixados nas trilhas), trˆs diretores de prova (carros/caminhäes, motos/quadriciclos e regularidade), cinco comiss rios da CBA (Confedera‡Æo Brasileira de Automobilismo), trˆs da CBM (Confedera‡Æo Brasileira de Motociclismo), um da FIM (Federa‡Æo Internacional de Motociclismo), quatro pessoas nos carros de reabastecimento, quatro respons veis pela comunica‡Æo via r dio, seis na equipe a‚rea, quatro guinchos, seis t‚cnicos do GPS Spy e dois do Sentinel.

J  a dire‡Æo executiva da Dunas est  a cargo de Simone Palladino, que em 1996 trocou a carreira de produtora de fotografia e cinema em uma grande agˆncia de SÆo Paulo pelo Rally dos Sertäes. Durante a prova, Simone ‚ a respons vel pela dire‡Æo das imagens a‚reas e tamb‚m pelos bastidores do evento.

Vinte e cinco pessoas da A‡Æo Social, 15 da cenografia, 12 da secretaria de prova, cinco assessores de imprensa, 30 pessoas respons veis pela capta‡Æo das imagens (editores, cinegrafistas, t‚cnicos), cinco fot¢grafos, dois locutores, 15 motoristas de imprensa, 20 pessoas da Agˆncia Goiana de Turismo e cinco da grife tamb‚m estarÆo no evento.

Al‚m disso, a organiza‡Æo conta com 75 picapes Mitsubishi L200, seis caminhäes Volkswagen, trˆs “nibus, um helic¢ptero de filmagem e dois UTI para resgate m‚dico, dois aviäes Pelicano para dire‡Æo de prova e comunica‡Æo e um Caravan para transporte de pessoal.