Foto: Jonathan Rea, piloto Honda no Mundial de Superbike

Etapa americana gera grandes expectativas para o Mundial de Superbike

Foto: Jonathan Rea, piloto Honda no Mundial de Superbike

Foto: Jonathan Rea, piloto Honda no Mundial de Superbike

Pilotos Honda esperam se aproximar ainda mais da ponta nas categorias Superbike e Supersport

No ano passado, Miller Motorsport Park sediou pela primeira vez o Mundial de Superbike/Supersport, levando de volta a competição aos Estados Unidos. A visita rendeu frutos, principalmente a Carlos Checa, da Hannspree Ten Kate Honda, que garantiu sua primeira vitória, um resultado que impulsionou todos os pilotos Honda na temporada. Checa está de volta ao circuito americano e pronto para conseguir mais sucesso. Neste final de semana (30 e 31), o campeonato ganha importância em dobro, pois chega à metade.

O piloto Honda melhor classificado na Supersport é Leon Haslam, da Stiggy Racing Honda, com o quarto lugar. Bem próximo, em quinto lugar está Jonathan Rea, com 106 pontos, dez a menos que Haslam. Carlos Checa chega aos Estados Unidos com 73 pontos na décima posição. Riuychi K iyonari está apenas um ponto atrás de Checa.

Miller Motorsport Park situa-se perto do antigo Centro das Olimpíadas de Inverno de Salt Lake City. A categoria Supersport passa pela primeira vez no circuito. Como a pista é nova para quase todos os pilotos, Eugene Laverty ganha ainda mais vontade de ganhar os pontos que faltam para alcançar a liderança. Em segundo lugar, ele ganhou três corridas este ano e soma 106 pontos contra 119 do primeiro colocado Cal Crutchlow. Em terceiro vem Kenan Sofuoglu, seguido de Andrew Pitt.

Leon Haslam se sente confiante. “Esta será uma nova pista para nós, mas estou confiante. Temos conseguido sucesso com a moto e temos idéia sobre como melhorá-la a cada rodada. Espero poder me qualificar bem como fiz na África do Sul e ter um resultado ainda melhor na corrida.”

Para Jonathan Rea, um novo circuito é motivo de motivação. “Estou ansioso para esta viagem. Ir a um novo circuito me deixa motivado. O fato de Checa ter vencido lá no ano passado é muito positivo. Vou fazer algumas voltas lá e tentar pegar dicas com os pilotos locais. Fomos muitos bem nas últimas cinco corridas, mas iremos para esta etapa para nos sairmos ainda melhores.”

Carlos Checa pretende repetir o resultado do ano passado. “Nós tivemos alguns problemas nesta temporada, que começou com uma lesão no ombro e alguns pequenos problemas com a moto. Nos aproximamos da metade da temporada e já temos alguns aspectos positivos. Claro que Miller foi bom no ano passado, mas eu prefiro olhar para frente. Vou buscar um bom resultado”, analisou.

Ryuichi Kiyonari tem o pensamento positivo. “Após dois pódios em Monza, a etapa de Kyalami foi muito difícil. Tudo que posso fazer agora é ir para Miller com um estado de espírito positivo. A moto é forte, não há dúvida. Vou ser mais objetivo neste fim de semana e buscar melhores resultados novamente.”

Tommy Hill pretende alcançar resultados melhores do que os das últimas corridas. “Fiquei extremamente decepcionado em Kyalami, por isso, estou esperando ter uma semana bem mais positiva em Miller. Esta é outra pista que não conheço. Teremos que aprender a fazer progressos. Minha equipe e eu esperamos lutar por alguns pontos”, disse.

Jake Zemke está feliz por voltar a Miller. “Fiquei realmente decepcionado com nosso resultado em Monza. Sei que a equipe e eu somos capazes de muito mais. Agora, com um melhor entendimento da equipe e também dos pneus, queremos estar dentro do top 10.”

Para Eugene Laverty, Miller será um verdadeiro teste. “Esta é a primeira vez para todos os pilotos da Supersport em Miller. As últimas corridas foram vencidas pelo Cal Crutchlow. Tudo está funcionando muito bem para minha equipe e para mim. Estamos aprendendo o tempo todo.”

Kenan Sofuoglu quer melhorar o resultado da última corrida. “Estávamos confiantes de um bom resultado na última etapa, mas algo aconteceu com a aderência dos pneus. Vamos sentar e discutir isso. Eu estava na última temporada em Miller, pela Superbike, o que me dá um pouco de conhecimento.”

Andrew Pitt quer encontrar o caminho certo. “Precisamos fazer alguma coisa este fim de semana para encontrar um caminho que nos permitirá manter o nosso ritmo. Temos de conhecer um pouco mais da moto.”

Anthon y West quer lutar por um bom resultado. “Estou realmente ansioso para correr nos Estados Unidos neste fim de semana. Tivemos duas rodadas duras, mas estou certo de que podemos deixá-las para trás. Os resultados até aqui me deixam frustrados. Eu deveria estar lutando pela ponta e espero que seja capaz de fazer isso nesta etapa.”

Mark Aitchison sabe que terá muito trabalho pela frente. “Estou realmente ansioso para este fim de semana. É uma nova pista, por isso é muito importante trabalhar arduamente. O meu principal objetivo é a pontuação, mas gostaria de alcançar um pódio.”

Matthieu Langrive espera ter uma boa experiência. “A pista de Miller será uma experiência nova para mim. Soube que é muito rápida do jeito que eu gosto. Espero ser capaz de aprender o traçado rapidamente e ser competitivo.”

HONDA RACING