Etapa de Curitiba esquenta briga pelo título do TNT SBK

No autódromo de Curitiba, ele ainda não perdeu em 2010. E é neste retrospecto que José Luiz Teixeira, o Cachorrão, aposta para vencer a próxima etapa do TNT Superbike, que acontece neste fim de semana (30 e 31 de outubro), e embolar ainda mais a disputa pelo título da competição.

Atualmente, o piloto do Cachorrão Racing Team é o segundo colocado da competição, quatro pontos atrás de Murilo Colatreli, líder do campeonato. Se conseguir a vitória e a pole-position, Cachorrão irá embolar ainda mais a briga pelo título.

“Sempre que venho para uma prova, vou pro tudo ou nada e penso somente em vencer. Mas especialmente em Curitiba tenho me dado muito bem e acredito muito que posso ganhar esta prova e levar a decisão para São Paulo”, comentou o piloto.

E, se o retrospecto contar, Cachorrão tem todos os motivos para ficar animado para a decisão. Seu principal concorrente na briga pelo título, Murilo Colatreli (Dia-Frag Racing), não vem conseguindo bons resultados na pista da capital paranaense.

Na segunda etapa do TNT, que aconteceu no mesmo local, Murilo Colatreli terminou em quinto lugar, seu pior resultado na competição até o momento. “Aquela prova foi atípica, choveu muito e eu não consegui acertar a minha moto. Mas tenho certeza que, nesta etapa, conseguirei um resultado bem melhor”, garantiu.

Além dele, Alecsandre “Doca” Di Grandi (Di Grandi/Bardahl) também está na luta pelo título. Com 122 pontos, ele está nove atrás de Colatreli, líder da competição. Um bom resultado do piracicabano pode fazer com que ele se aproxime dos líderes e também entre definitivamente na briga pelo título.

Mas não só os três que estão de olho na vitória em Curitiba. Fora da briga pelo título, Bruno Corano (Suzuki/Máxima) e Maycon Zandavalli também prometem lutar muito pela vitória nesta etapa.

Mesmo sem chances de vencer o campeonato, os dois entram com uma motivação especial nesta etapa. Atual líder do Pirelli SBK, Bruno ainda não venceu nenhuma etapa do TNT. “Fiz poles durante o ano, liderei e, por diversos motivos, não ganhei nenhuma do TNT. Para agravar, não corri uma etapa, justamente a de Curitiba, em Abril, pois estava com a perna quebrada e corri a prova seguinte ainda com muita dor. Sendo assim, agora o esquema é acelerar tudo!”, disse o piloto.

Já Maycon Zandavalli (Spiga Racing Team), que corre em casa, quer a vitória para poder comemorar junto de seus fãs. “Minha moto nunca esteve tão boa e, este ano, ainda não venci em Curitiba. Como estou fora do campeonato, vou correr pra vencer. E, com chuva ou sem chuva, sinto que tenho uma chance muito boa de ganhar esta corrida”, comentou.