Evitando congestionamentos

Teoricamente, GPS e aplicações móveis tipo estações de rádio especializadas podem levar os motoristas a evitar congestionamentos – mas que freqüentemente só o fazem depois que a maioria deles já está envolvido no congestionamento. A solução, claro, seria receber o aviso antes.

A IBM está para lançar um sistema que prevê enguiços de tráfego até uma hora antes deles acontecerem, através de modelagem preditiva -um software que combina dados em tempo real vindos de sensores e câmeras rodoviários, transponders GPS em táxis, informação histórica das condições das redes viárias e previsões de condições climáticas. A cada semana, o modelo se recalibra baseado nas estatísticas das mais recentes seis semanas. Ele envia -dicas- aos sinais eletrônicos viários e às telas dos navegadores automotivos, e prevê quando uma via congestionada voltará a seu fluxo normal.

Em testes-piloto em Cingapura, as previsões feitas em 500 locais urbanos mostraram exatidão entre 87 e 95 por cento das vezes, acompanhando resultados semelhantes obtidos na Finlândia e no Turnpike de Nova Jersey.

As -dicas- aos motoristas são otimizadas por local: se a via 1 está travada, mas boa parte dos motoristas se dirige à via 2, esta terminará congestionada. Os engenheiros poderão customizar o modelo de tal forma que possa determinar quantos por cento dos motoristas devem ser avisados, de maneira a equilibrar as duas vias.

Como a maioria dos motoristas hoje usa celular, a IBM está trabalhando com companhias telefônicas para acompanhar a constante mudança de densidade de uso no viário local e daí otimizar a modelação, levando em conta também, pelo menos nos Estados Unidos, a proteção da identidade dos usuários envolvidos.

A IBM quer também desenvolver serviços para avisar a seus assinantes, adiantadamente, quais das várias rotas possiveis os levarão a seus destinos mais rapidamente, dadas as condições de momento. Essas recomendações, por voz, serão entregues via celular ou navegador.

Ela já assinou contratos com duas autoridades de transporte americanas para entregar sistemas completos funcionantes, cuja localização vai ser anunciada dentro em breve. Cingapura aparentemente também quer um, só que com uma característica extra: previsão de horário de ônibus em toda a cidade.


José Luiz Vieira, Diretor, engenheiro automotivo e jornalista. Foi editor do caderno de veículos do jornal O Estado de S. Paulo; dirigiu durante oito anos a revista Motor3, atuou como consultor de empresas como a Translor e Scania. É editor do site: www.techtalk.com.br e www.classiccars.com.br; diretor de redação da revista Carga & Transporte.