Exames mostram lesão muscular em Jean

Al‚m da fratura do osso sacro, j  diagnosticada no Dakar, ressonƒncias apontaram lesÆo muscular e rompimento do ligamento de dedo m‚dio da mÆo.

O resultado das ressonƒncias magn‚ticas feitas pelo piloto Jean Azevedo confirmou a fratura no osso sacro (acima do c¢ccix) e acrescentou ao diagn¢stico uma lesÆo muscular leve na regiÆo da bacia e o rompimento do ligamento do dedo m‚dio da mÆo esquerda. Jean sofreu um acidente no £ltimo dia 13, na 13¦ etapa do Dakar 2006, entre as cidades de Lab‚ (Guin‚) e Tambacounda (Senegal). O piloto ocupava a oitava posi‡Æo na prova.

Segundo o m‚dico Fabio Augusto Caporrino, que fez a cirurgia no ombro de Jean ap¢s o acidente sofrido durante o Rally dos Sertäes em 2003, o prazo para o piloto voltar … ativa permanece o mesmo: entre 4 e 6 semanas. “O m£sculo e o dedo devem estar recuperados antes disso, mas a fratura do sacro deve demorar mais”, disse Caporrino. Desde sua chegada ao Brasil, no £ltimo dia 16, Jean permanece em repouso em sua casa na cidade de SÆo Jos‚ dos Campos, no interior de SÆo Paulo. “Ele pode andar normalmente. Apenas as atividades f¡sicas estÆo proibidas”, contou o m‚dico. Na pr¢xima semana, o piloto deve come‡ar sessäes de fisioterapia com o m‚dico Francis Nassar, que tamb‚m cuidou de seu tratamento em 2003. “A id‚ia ‚ diminuir o tempo de recupera‡Æo”, afirmou Jean.

O acidente aconteceu logo no in¡cio do trecho cronometrado da antepen£ltima etapa. Ap¢s uma longa reta de alta velocidade e com leve inclina‡Æo, apareceram depressäes causadas pela chuva. “A moto pegou a primeira depressÆo e s¢ foi voltar ao chÆo l  na frente. Como estava pesada, por causa do tanque cheio, nÆo tinha nada para fazer”, contou Jean momentos depois do acidente. O piloto tamb‚m se queixou da planilha, que nÆo alertava sobre os buracos. “Muitos pilotos disseram que se minha moto nÆo estivesse ca¡da l  alertando sobre o perigo, outros acidentes poderiam ocorrer”.