Exposição Cultural e

Exposição Cultural e

Antigomobilistica de Tatuí

Um expressivo marco no calendário do antigomobilismo de duas rodas

Bem amigos da rede Motonline.

Após concentração, os jogadores colocaram seus carros no grid , o juiz levanta o braço, e os pilotos escutam o apito da largada …

Opa, opa … nem Copa do Mundo, nem F-1 ! Neste domingo, 11/06/2006, sob um clima ameno, uma Castelo Branco muito bem conservada e de trânsito aberto, os poucos mais de 130 km da Capital não foram problema para se cumprir o trajeto, tanto da ida como da volta, à cidade de Tatuí.

O primeiro pit-stop foi no posto Grall próximo a Alphaville, onde encontrei o meu fiel escudeiro, o vespeiro Roberto Braga, que me acompanhou nessa jornada. Afinal, a regra de segurança sempre aconselha viagens, no mínimo, a dois.

Fomos prestigiar o convite do “Clube de Veículos Antigos de Tatuí”, feito pelo Sr. Afonso Celso Fiusa, que nos recepcionou calorosamente, e não mediu esforços para nos colocar em situação confortável dentro do evento. Não preciso dizer que acabamos reencontrando velhos e bons amigos, alem de se ter oportunidade de conhecer outros tantos antigomobilistas de duas rodas.

Via de regra se é costumeiro o fantasma da dúvida “do que” irá se encontrar num evento ainda não tradicional, porem ficamos surpresos não só pela quantidade, mas também pela qualidade geral apresentada.

E como se diz, “uma imagem vale mais que mil palavras”, então me calo, e deixo o espetáculo a vocês …

Muito rara 1952 VICTORIA do Sr. Iran

NOTA : Victoria em Nürnberg (Alemanha) começou a construir motocicletas em 1901, sendo que o primeiro modelo que se popularizou foi apresentado em 1921 e tinha um motor BMW de 494cc de 2cilindros tradicionalmente boxer com 6.5 hp, que mais tarde passou para 8.5 hp.

Em 1952 outros modelos foram adicionados à linha de produção: os 123cc Bi-Fi. O modelo KR 25 veio com uma opção do motor de HM (high-output) com opção de motor de 12.6 hp.

No fim dos anos 50 teve o inicio do fim da Victoria quando da sua união com grupo ZWEIRAD-UNION, que depois foi engolido por Fichtel e Sachs. Alguns mopeds (ciclomotores) e motocicletas de 50cc foram os últimos modelos de Victoria nos anos 60; sendo que a marca desapareceu definitivamente em 1968.

1946 NORTON 500

1951 NORTON 500 1960 JAWA outra 1960 JAWA 1961 LAMBRETA LI 1962 VESPA M4 outra 1962 VESPA M4 rara 1964 BMW 250 ‘pica-pau’ 1972 HONDA ST70 1973 BMW R 75 S 1976 BMW R 90 S e ainda diversas bicicletas de época

Parabéns a todos os expositores, e aguardamos o convite para os próximos anos.