Foto: Motor Yamaha 125 injetado

EXTRA: Yamaha YBR 125 com injeção vem aí

Foto: Motor Yamaha 125 injetado

Foto: Motor Yamaha 125 injetado

Quanto mais se aproxima o SalÆo Duas Rodas, em outubro, mais novidades come‡am a pipocar no mercado e as mais esperadas sÆo quatro lan‡amentos da Yamaha: A YBR 125 com inje‡Æo eletr“nica ‚ a maior surpresa de todas. A YBR 125 injetada j  est  em fase de treinamento t‚cnico e conseguimos com exclusividade a foto do motor. Al‚m da YBR estÆo previstas: a XT 125X, primeira supermotard da marca no Brasil, a MT-03 que tem o mesmo motor da XT 660 e a YS 250 Fazer Sport bi-combust¡vel. Est  mais do que evidente a investida da Yamaha na imagem de tecnologia!
O lan‡amento mais badalado sem d£vida ser  da YBR 125 com inje‡Æo eletr“nica. A moto ter  a mesma potˆncia, mas ganhar  em economia (ainda mais!), al‚m de um visual levemente mais esportivo, com rodas de liga-leve. O marketing da inje‡Æo eletr“nica foi muito eficiente e os n£meros de venda da Fazer e da Lander comprovam essa tendˆncia.
J  estÆo em teste a Fazer 250 Sport, que vir  com motor bi-combust¡vel. Em termos de economia de dinheiro nÆo ser  tÆo vantajoso, mas a imagem de empresa preocupada com o meio ambiente pode ser outra boa sacada da Yamaha no Brasil. Como se sabe, o mundo est  atr s de outra matriz energ‚tica para substituir o petr¢leo e os olhos crescem para nossa tecnologia de  lcool combust¡vel. Se a Yamaha lan‡ar realmente a Fazer bi-combust¡vel estar  dando um passo certeiro para ganhar muito cr‚dito em termos de imagem. A exemplo da YBR 125, nÆo haver  ganho de potˆncia, mas apenas a imagem de pioneirismo j  dar  uma grande proje‡Æo … marca.
O terceiro lan‡amento da Yamaha ‚ a MT-03, que tem um estilo misto de fun-bike e supermotard. A vantagem desse produto ‚ aproveitar o motor da XT 660 e, mais uma vez, investir em um segmento totalmente in‚dito. As vendas da XT 660 caminham timidamente, mas sabe-se que o brasileiro definitivamente nÆo ‚ chegado no estilo fora-de-estrada, apesar de apenas 30% de nossas estradas serem pavimentadas. Eu rodei nessa moto durante o SalÆo de MilÆo, em 2004, mas foi um teste muito r pido e pequeno. Suficiente para saber que a moto tem uma ¢tima estabilidade.
Por uma questÆo de meses a Yamaha nÆo conseguiu ser a pioneira no segmento supermotard, porque a Sundown pensou e agiu mais r pido. O produto de entrada no mercado supermotard ser  a XT 125X, certamente j  com inje‡Æo eletr“nica. Se for o mesmo estilo da versÆo europ‚ia pode esperar uma moto para provocar frisson nos adolescentes! O modelo ‚ esportivo e na versÆo gringa tem freio traseiro a disco, o que nÆo dever  ser usado no Brasil.
Ao contr rio do que esperava, a Neo nÆo passar  a 135cc, como foi ventilado, mas continuar  com motor 115. Para 2007 pode ganhar a carenagem de dois far¢is da Nuovo 115, fabricada na Tailƒndia e vendida no M‚xico. Tamb‚m foi descartada a importa‡Æo da Fazer 600, com vistas … nacionaliza‡Æo em Manaus.

Foto: Yamaha XT 125X

Foto: Yamaha XT 125X

Rea‡Æo?
Descobrir os lan‡amentos da Honda est  mais dif¡cil do que encontrar Osama Bin Laden. De certo sabe-se que ser  o £ltimo ano da Falcon 400. O que vir  em seu lugar pode ser tanto uma versÆo supermotard com o mesmo motor, quanto uma Twister “marombada”. As duas possibilidades sÆo bem remotas, pois na verdade o motor RFVC da Falcon nÆo consegue mais mostrar eficiˆncia em termos de desempenho e consumo. Al‚m disso o motor 400cc de um cilindro colocado em uma moto esportiva transmitiria muita vibra‡Æo.
NÆo se ouve falar nada sobre inje‡Æo eletr“nica na Honda, pelos menos nosso “servi‡o de espionagem” nÆo captou essa possibilidade. Ao analisar os n£meros de vendas da Twister e Fazer percebe-se que a inje‡Æo da Yamaha nÆo foi convincente o bastante para virar o jogo do mercado. Talvez a asa pintada no tanque ainda tenha mais peso do que o apelo em tecnologia.
E o lan‡amento da Pop 100 deixou claro que a pol¡tica de marketing da Honda est  mais voltada para abrir mercado do que o investimento em imagem de tecnologia. Ou entÆo, esperamos, esse silˆncio seja sinal de algo surpreendente despontando por a¡.