F-Renault- Treino coletivo em Curitiba

Parece que os organizadores da F¢rmula Renault Brasil estÆo entendendo bem a necessidade dos pilotos treinarem; eles anunciaram mais um treino coletivo no Aut¢dromo Internacional de Curitiba no dia 29 de maio, v‚spera da segunda etapa do Campeonato Brasileiro, marcada para ser disputada em 1§ de junho naquela pista.

A categoria j  havia realizado dois dias de treinos em Pinhais, antes da abertura do certame deste ano. Depois de ficarem mais de um mˆs sem atividades entre a prova de abertura do campeonato da F¢rmula Renault brasileira, como preliminar do GP Brasil de F¢rmula 1, e o treino coletivo que foi realizado em SÆo Paulo nos dias 7 e 8 de maio, agora os pilotos vÆo ter um intervalo de trˆs semanas at‚ voltarem a acelerar os seus monopostos.

Para a quinta-feira que antecede o in¡cio das atividades oficiais da corrida, estÆo programadas duas sessäes de treinos com uma hora e meia de dura‡Æo cada uma. Na v‚spera da segunda etapa do torneio os pilotos terÆo completado um total de cinco dias de treinos coletivos, perfazendo 27 horas na pista.

Como categoria-escola, a F¢rmula Renault tem esbarrado em v rias discussäes sobre custos e treinos para os pilotos que estÆo iniciando a carreira no automobilismo. Como nÆo existe alternativa, os novatos ficam a mercˆ do que ‚ programado pelos organizadores. Ao mesmo tempo em que os pilotos querem treinar para ganhar experiˆncia, os promotores ficam preocupados com o aumento de despesas para aqueles que nÆo tem patroc¡nio.Desta forma, a sa¡da foi a implanta‡Æo de treinos coletivos.

Os treinos coletivos acabam se tornando uma corrida a parte, com os pilotos querendo sempre aparecer na primeira tela do monitor, e ficar com as primeiras posi‡äes na impressÆo dos resultados de cada da pr tica.