F3- João Paulo de Oliveira vai correr no Japão

Depois de ter negociado com v rias equipes de categorias Top do automobilismo mundial, JoÆo Paulo de Oliveira- Varig, resolveu aproveitar as portas que foram abertas por importantes ind£strias ap¢s a sua conquista no Campeonato AlemÆo de F¢rmula 3 e redirecionou a sua carreira.

O brasileiro que conseguiu o maior n£mero de vit¢rias no exterior em 2003 vai trabalhar como piloto de testes para os fabricantes de chassi Lola e Dome, para a f brica de motores Honda, e para a Bridgestone, que produz pneus de competi‡Æo.

E al‚m de sua extensa programa‡Æo de desenvolvimento de equipamentos, vai defender a Dome Racing Team no Campeonato Japonˆs de F¢rmula 3, utilizando um inovador Lola-Dome F106-03/Honda/Bridgestone. “Neste momento eu estou realizando algo que j  aspirava, que era me associar a grandes fabricantes, que possam me ajudar em minha caminhada rumo a F¢rmula 1″, comentou JoÆo Paulo, que viaja para o JapÆo nesta quarta-feira (21/01), para come‡ar uma extensa programa‡Æo de treinos na pr¢xima semana.

Ap¢s conquistar por antecipa‡Æo o t¡tulo de CampeÆo AlemÆo de F¢rmula 3, batendo todos os recordes hist¢ricos da categoria, como n£mero de vit¢rias (13), pole-positions (12) e voltas mais r pidas (15) nas 16 etapas, JoÆo Paulo de Oliveira foi sondado por equipes europ‚ias e norte-americanas para correr em esquemas competitivos em 2004, mas que nÆo davam garantia de que pudesse dar continuidade ao seu projeto de profissionalismo absoluto, com o objetivo de chegar … categoria m xima do automobilismo.

“Nos convites que recebi, poderia subir de categoria e vencer corridas, em um prazo muito curto, mas no final do ano poderia ter os problemas de sempre, que ‚ a ca‡a aos patrocinadores”, pondera o piloto de 22 anos de idade. “Agora estou envolvido com grandes companhias, que tem atua‡Æo mundial e hist¢ria na F¢rmula 1, F¢rmula Cart e IRL, e que a m‚dio e longo prazo poderÆo me ajudar a conquistar tudo o que desejo na minha profissÆo. Foi um passo lateral, para reposicionar minha estrat‚gia de carreira”, afirma o brasileiro que tem o apoio da Varig.