A planta da Shineray entra em operação já no início de 2014

Fábrica da Shineray começa a operar em 2014

Pernambuco sediará, a partir do primeiro semestre de 2014, a primeira montadora da Shineray fora do território chinês. Com capacidade para produzir 150 mil veículos por ano, em uma primeira etapa, e investimento de R$ 140 milhões, a planta ficará numa área de 210.000 metros quadrados sendo 60 mil metros quadrados de área coberta no Complexo Industrial Portuário de Suape, no Cabo de Santo Agostinho e será responsável pela produção de todos os modelos de linha da montadora . No primeiro ano de operação a planta gerará 600 empregos diretos. As obras contam com o trabalho diário de 350 operários.

A planta da Shineray entra em operação já no início de 2014

A planta da Shineray entra em operação já no início de 2014

“A fábrica não tem capital chinês, é 100% brasileira”, explica Paulo Perez, diretor executivo da Shineray do Brasil. Segundo ele, o chassi será feito no Brasil e as peças trazidas da China para montagem em solo nacional.

“Pretendemos manter um nível de 80% de nacionalização, que é o que foi estipulado por contrato com os chineses”, afirma. A fábrica produzirá inicialmente três modelos de cinquentinha e um triciclo de carga. A produção é destinada a abastecer as 150 concessionárias e 700 pontos de venda espalhados pelo Brasil, inclusive automóveis, como as vans de sete lugares.

A marca pretende fechar o ano com cerca de 120 mil motos comercializadas. A empresa já está na fase de treinamento dos funcionários que irão trabalhar na montadora; foi adquirida uma ferramenta que simula uma linha de produção e os operários já treinam no Centro de Distribuição da marca.

Números da Shineray:
Área total do terreno: 210.000 mil metros quadrados
Área construída: 60 mil metros quadrados
Investimento: R$ 140 milhões
Previsão de empregos gerados: 600 diretos
Operários trabalhando na obra: 350
Capacidade de produção: 150 mil unidades por ano
Concessionárias: 150
Pontos de venda: 700
Previsão de vendas em 2013: 120 mil unidades
No Brasil desde 2005