Fátima e Ourém em Portugal serão palco do Mundial de Enduro

O Campeonato do Mundo de Enduro estar  de volta … regiÆo Centro de Portugal para mais uma jornada competitiva, a segunda do calend rio, com os melhores pilotos da modalidade.

Com o centro nevr lgico em F tima e o cora‡Æo da a‡Æo a ter lugar … volta de Our‚m com trˆs magn¡ficas especiais a disputar em trˆs passagens, a prova organizada pelo Natureza Motor Clube a 9 e 10 de Abril tem tudo para proporcionar um grande espet culo ao longo de cerca de 53 quil“metros.

Sendo um tipo de competi‡Æo onde o p£blico nunca ‚ esquecido, a prova conta com trˆs especiais de f cil acesso para os espectadores, mas de significativas dificuldades para as estrelas do Enduro, logo a come‡ar pela Extreme. Com cerca de 2 km desenhados em oito, os pilotos terÆo pela frente v rias passagens por uma ribeira seguindo-se, j  em liga‡Æo, uma encosta com elevado grau de inclina‡Æo.

Com este primeiro conjunto de obst culos ultrapassados chega a vez do Enduro Teste, uma especial com cerca de 7 km de extensÆo em terreno plano, mas onde podem surgir algumas surpresas a dificultar a vida dos pilotos antes de rumarem ao Cross Teste. Aqui os enduristas encontrarÆo 6 km de especial desenhados de raiz para esta jornada do Mundial e bem ao estilo do Motocross.

“Vamos ter uma prova com bastante competitividade e que promete muita anima‡Æo para o p£blico. Ali s, essa foi uma das nossas preocupa‡äes; fazer uma ronda do Mundial exigente a pensar nos pilotos, mas sem nunca esquecer o p£blico.  por isso que todas as especiais sÆo de f cil acesso para o p£blico e foi tamb‚m por isso que trat mos de providenciar zonas de estacionamento com uma capacidade total perto dos 1.000 lugares”, adianta o Director de Prova Humberto Piedade.

“Resta-nos agora esperar para vermos que tipo de tempo vamos ter. Caso se mantenha o tempo seco que se tem vindo a fazer sentir neste Inverno, entÆo os pilotos vÆo encontrar um piso duro, mas tendencialmente r pido. Contudo, se a chuva marcar presen‡a, entÆo a lama ter  um papel preponderante, principalmente no Enduro Teste. Isto sem esquecer a subida muito ¡ngreme logo ap¢s a Trialeira onde o piso escorregadio trar  dificuldades acrescidas”, remata Humberto Piedade confiante na presen‡a dos melhores nomes do Enduro Nacional.

“Nesta altura temos confirmado o H‚lder Rodrigues, o Paulo Gon‡alves, o Pedro Enes, o Lu¡s Serra e o M rio PatrÆo, para citar apenas alguns. Quanto aos internacionais, nÆo vejo motivos para nÆo termos c  os melhores!”