Foto: Em maio deste ano, a equipe da FEI figurou entre as 10 primeiras colocadas durante a Fórmula SAE Michigan, realizada nos Estados Unidos

FEI expõe o Fórmula -top ten- nos EUA no Congresso SAE BRASIL

Foto: Em maio deste ano, a equipe da FEI figurou entre as 10 primeiras colocadas durante a Fórmula SAE Michigan, realizada nos Estados Unidos

Foto: Em maio deste ano, a equipe da FEI figurou entre as 10 primeiras colocadas durante a Fórmula SAE Michigan, realizada nos Estados Unidos

Projetado e construído por estudantes da FEI, o protótipo estará na 18ª edição do Congresso SAE BRASIL, que acontecerá até amanhã (8), no Expo Center

Um veículo tipo Fórmula 1, bicampeão nacional, projetado e construído por alunos do Centro Universitário da FEI (Fundação Educacional Inaciana), estará exposto no Congresso SAE BRASIL, que será realizado até amanhã (8), no Expo Center Norte (avenida José Bernardo Pinto, 333, Vila Guilherme), em São Paulo. O Fórmula ficará no estande do comitê Educação de Engenharia. Em maio deste ano, a equipe da FEI figurou entre as 10 primeiras colocadas durante a Fórmula SAE Michigan, realizada nos Estados Unidos e que reuniu 97 equipes de vários países. Foi a primeira vez que uma equipe brasileira alcançou o grupo dos dez melhores do mundo.

A equipe Fórmula FEI participa da Competição Fórmula SAE BRASIL-PETROBRAS desde a sua primeira edição, em 2004, e conquistou a primeira vitória em 2006, no Rio de Janeiro. No ano passado, a FEI sagrou-se bicampeã da competição brasileira, em Americana.

O protótipo RS4 foi projetado e desenvolvido por 13 alunos dos cursos de graduação e mestrado de Engenharia Mecânica e Engenharia Elétrica. O veículo possui motor aplicado à motocicleta Honda CBR 600RR, de 4 cilindros, 4 tempos, com duplo comando no cabeçote e 4 válvulas por cilindro, que desenvolve potência máxima de 79,8 hp a 11.800 rpm.

Com chassi tubular em aço, o veículo tem direção do tipo pinhão e cremalheira, freios a disco nas quatro rodas, transmissão de 6 velocidades, rodas em alumínio e magnésio e suspensão (dianteira e traseira) com duplo braço triangular. O veículo utiliza gasolina como combustível, acelera de 0 a 100 km/h em cerca de 4,36 segundos e atinge 160 km/h de velocidade máxima.

Congresso SAE BRASIL – Durante os três dias de evento, especialistas do Brasil e do exterior discutirão questões importantes para o desenvolvimento tecnológico da indústria da mobilidade brasileira, com o objetivo de torná-la mais competitiva e sustentável, por meio de fóruns e painéis especiais, no âmbito de caminhões e ônibus, veículos de passeio, aeroespacial, ferroviário, manufatura, tecnologia da informação, educação, máquinas agrícolas e construção e duas rodas.