FEI, GS 500, Falcon, truta, Izzo, motard e preços

Perdoem-me, Tite e Universit rios da FEI. NÆo quis desmerecer o projeto, pois concerteza nacionalizar ‚ muito mais vi vel. Espero que alguma montadora brasileira se interesse pela id‚ia, pois a vida humana ‚ muito fr gil. Estava indo pra aula e um ciclista cruzou o meu caminho. NÆo deu tempo de parar e n¢s fomos pro chÆo. Foi um leve impacto, s¢ quebrou a carenagem, mas fiquei com um bra‡o engessado e o outro descascado. Se a moto tivesse uma c‚lula de sobrevivˆncia, eu nem tinha me machucado
Rodrigo – Santar‚m, PA
P¢ deixar, eu nÆo sou advogado da FEI. Ali s, algu‚m precisa avisar aqueles engenheiros que este tipo de scooter foi um retumbante fracasso na Europa porque custava tÆo caro quanto um carro e a proposta seguran‡a nÆo ‚ assim tÆo eficiente como pensam. Para piorar, em alguns pa¡ses foi obrigado o uso do capacete. E vc tinha razÆo: aquele projeto ‚ c¢pia do BMW C1.

GS 500
Enfim, estou aqui p/ lhe implorar + detalhes sobre a Aprilia RS 250, jah q utilizei a busca e pouco encontrei a respeito. E Tite, com o nicho das 250cc a todo vapor, a Suzuki vai dar-se ao luxo de continuar sentada? Creio q a maior tolice das concession rias Suzuki do Lisarb ‚ nÆo terem apostado na GS500F, linda demais com akela carenagem! Ainda mais com o fim da CB.
Gabriel – Atibaia-SP
Gabu, s¢ porque vc foi educado eu vou procurar um teste da Aprilia RS 250 e enfiar (opa!) aqui no Motonline. Calma, v‚io, a Suzuki GS500 vem a¡, mas nÆo sei em qual versÆo. Eu entendo menos ainda qual a praia da Suzuki.

Falcon
Ser  mesmo q a honda vai parar de vender a falcon? Acabei de comprar uma zero. Isso desvalorizaria mto a minha moto nÆo ‚? Me diz uma coisa se eu colocar alarme na moto vou ter de comprar um carregador de bateria ela se vai mto rapido?
Nelson – Santa Cruz RS
Talvez, mas acredito que venha uma Falcon renovada em 2007. Sua moto vai passar pela mesma desvaloriza‡Æo de qualquer outra moto da marca. Eu nÆo gosto de alarmes, prefiro outros meios de evitar furto, como um ter‡o benzido pelo papa Bento XVI devidamente providenciado na minha passagem pelo Vaticano.

Truta
Prezado Tite: Ainda estou indeciso na compra da minha primeira moto, mas devido ao meu bi¢tipo pretendo come‡ar pelas 500 cc. Estou de olho numa GS 500E 2002 que est  na oficina de uma concession ria da Suzuki pr  fazer o motor. Segundo o vendedor ela vai sair “zerada”… que a loja d  garantia de 3 meses no motor e cƒmbio. Est  com 17.500km e j  infartou! E aeee Tio Tite? A aparˆncia geral ‚ boa, pneus bons, mas ser  que este “novo” cora‡Æo vai prestar? Caso com esta Suzy ou caio fora?
Fernando – V rzea Grande – MT
Cai fora, ‚ truta, p“, vc vai comprar uma moto com dois anos de uso e j  com o motor refeito?

Izzo
Quero paranizar o Grupo Izzo, representantes da Harley-Davidson, Trimph e Buell, porque foi a £nica empresa que vende motos que, at‚ hoje, respondeu a um e-mail pedindo informa‡äes sobre seus produtos. E olhe que j  tentei Honda, Yamaha, Suzuki e Kawasaki. A resposta foi quase instantƒnea. Isto, para mim, ‚ respeito pelo consumidor.
M rcio – RibeirÆo Preto/SP
Pena que o mesmo respeito nÆo ‚ estendido aos meios de comunica‡Æo, porque a Izzo convidou apenas as revistas especializadas para avaliar a Buell, mas deixou os sites de fora. Vou lembrar disso quando receber mais um press-release da empresa.

Motard
Ainda tenho esperan‡a que as f bricas e montadoras olham este imenso pais com melhores olhos. Bom vamos a pergunta, uma Tornado transformada em motard prejudicaria o conforto e isso seria indicado para pequenas vagens? Poderia fazer com aros 18″ assim manteria o tras e s¢ mudaria o diat.
Andr‚ – BH MG
Quem sabe tudo sobre Motard ‚ meu brother Leandro Panad‚s, veja o site www.panades.com.br

Pre‡o
Em sua resposta ao leitor Hugo, de Araraquara, vocˆ cita a Hornet. Cabe observar que esta moto, que possui grande conte£do importado, ainda est  muito cara, em torno de 14.000 d¢lares, sendo que no seu lan‡amento o pre‡o era 10.000 d¢lares.  muita “esperteza” nÆo s¢ da Honda, como das outras marcas. Percebe-se entÆo que nÆo s¢ as esportivas estÆo car¡ssimas, mas todas as motos de uma maneira geral.
Lucas – bras¡lia-DF
Karaka, ‚ isso mesmo? Uma vez que 50% dos pre‡os de motos e carros no Brasil sÆo impostos em cascata, imagine quanto o Estado ganha na venda de cada moto!