Zanol busca título inédito no Enduro da Independência

Felipe Zanol e Sabrina Katana encaram o Enduro da Independência a partir de quarta-feira, 7 de setembro, em Minas Gerais

Bento Gonçalves (RS) – Uma das mais tradicionais competições off road do Brasil começa neste dia 7 de setembro, feriado nacional que comemora a declaração da independência brasileira, proclamada em 1822. Trata-se do Enduro da Independência, realizado há 29 anos no estado de Minas Gerais, sempre nesta época do ano. 

Zanol busca título inédito no Enduro da Independência

Zanol busca título inédito no Enduro da Independência

A prova vai até dia 10, partindo de Belo Horizonte com chegada em Mariana (cerca de 115 quilômetros a sudeste da capital), reunindo os melhores pilotos do país, como Felipe Zanol e Sabrina Katana, ambos patrocinados pela Rinaldi.
 
Por ser uma prova de regularidade, Felipe Zanol, que atualmente lidera o nacional de enduro FIM, não se considera o favorito para ficar com o título, mas espera brigar pelas primeiras posições, como vem acontecendo em suas últimas participações. “O Enduro da Independência não é a minha especialidade, mas é bem tradicional e significaria muito ganhar na categoria Máster. Disputo esta competição desde quando comecei a andar de moto, lá pelos 15 anos de idade. Vi meu pai competir no EI, e além disso é uma prova que promove o encontro de pilotos de todo Brasil”, comenta.
 
“É um título que falta no meu currículo. Mas é uma corrida complexa, de muito esforço físico e mental. Às vezes, o regularidade estressa um pouco porque você não pode acelerar o tempo todo, você tem que controlar o tempo, andar devagar em diversas situações. E a minha vontade é de acelerar sempre”, conclui.
 
Experiente e com o título de campeã mineira de enduro 2011 já assegurado, Sabrina Katana conta que vem se preservando para fazer uma grande participação no Enduro da Independência. “Todo ano, duas semanas antes do EI, eu prefiro poupar o físico e evitar o risco de machucar. O Enduro da Independência é a maior prova de regularidade do país, e é como se preparar para um vestibular: não adianta estudar muito na véspera, tem que se preparar durante o ano todo, descansando nos dias que antecedem, cuidando da saúde, da alimentação e do preparo da moto”, ensina. Sabrina compete na categoria Feminina, que tem mais duas mulheres inscritas.
 
De acordo com o Trail Clube Minas Gerais, responsável pela organização do evento, a prova deste ano comemora os 300 anos da fundação das “Vilas de Ouro”, que atualmente correspondem as cidades Ouro Preto, Sabará e Mariana, criadas depois da Guerra das Emboabas. A competição também passa pelos municípios de Itabirito, Nova Lima e Rio Acima, sempre por trilhas difíceis e com belas paisagens.