Felipe Zanol fecha temporada européia com segundo lugar no Espanhol de Enduro

Felipe Zanol fecha temporada européia com segundo lugar no Espanhol de Enduro

Felipe Zanol fecha temporada européia com segundo lugar no Espanhol de Enduro

De malas prontas para merecidas férias no Brasil, mineiro chega muito perto da vitória na última etapa da competição, disputada em Reus

Felipe Zanol chega ao Brasil nesta terça-feira para merecidas férias. E ele traz algo muito importante na bagagem: um saldo extremamente positivo na temporada européia de Enduro FIM. Atual campeão português, o mineiro fechou o ano com um segundo lugar na categoria E1 na última etapa do Campeonato Espanhol da modalidade. O piloto somou o tempo de 30min56seg290, apenas 1seg050 atrás de Jordi Jou, o vencedor da prova disputada neste final de semana na cidade de Reus, próxima a Barcelona.

“Levei um tombo durante o segundo Extreme da corrida e perdi uns 10 segundos. Isto fez com que a vitória escapasse”, contou o brasileiro. “Mesmo assim foi um ótimo resultado. Eu tinha ficado em terceiro na etapa anterior, quem sabe na próxima vez não será o primeiro lugar”, continuou o piloto pa trocinado pela ASW.

Na classificação geral da corrida em Reus, Zanol ficou em 12º lugar. O mais rápido foi o atual vice-campeão mundial Ivan Cervantes. “Esta última etapa foi mais fácil em comparação com as outras. Tivemos menos especiais – sete ao invés de nove – e, por conseqüência, menos tempo de prova. Outro ponto diferente foi que eu disputei a categoria E1 com a moto de 250cc, a mesma que utilizei no Six Days, ao invés da classe E2 (450cc), que eu vinha participando nas outras etapas do Espanhol”, explicou.

Mesmo após a lesão no Six Days, o que o forçou a abandonar o principal evento do calendário, Zanol está mais do que satisfeito com a temporada 2008. Além do título português, ele ficou com o 18º lugar no Mundial, sabendo que pode almejar saltos ainda maiores no ano que vem. “Foi uma temporada bastante proveitosa e agora estou 100% rec uperado, mas ainda há muito o que melhorar. O Team CRN/Motofundador é novo e está evoluindo junto comigo. Agora vamos sentar com calma e traçar os objetivos para o próximo ano”, concluiu o piloto.

Zanol corre de Yamaha e utiliza camisa e calça ASW Podium, capacete Acerbis Impact e bota Acerbis X-Tight. O piloto, que atualmente mora em Portugal, ficará no Brasil até a segunda quinzena de janeiro.