(Da esquerda para a direita): Juvenal Alves, Firmo Alves e Roberto Boettcher

Firmo Alves é o novo presidente da CBM para 2011/2015

 (Da esquerda para a direita): Juvenal Alves, Firmo Alves e Roberto Boettcher

(Da esquerda para a direita): Juvenal Alves, Firmo Alves e Roberto Boettcher

Foi eleita nesta sexta-feira, em Natal/RN, a nova diretoria da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) para o quadriênio 2011-2015. Por 18 votos a um, o presidente da Federação de Motociclismo do Estado do Mato Grosso do Sul (FEMEMS), Firmo Henrique Alves, foi eleito como presidente da entidade máxima do motociclismo no país. Firmo terá como seu 1º vice-presidente Roberto Boettcher, presidente da Federação de Motociclismo do Estado de Goiás (FMG), e como 2º vice Juvenal Alves, presidente da Federação Sergipana de Motociclismo (FSM).

– Para mim é uma honra ser presidente da maior entidade de motociclismo do meu país. Dedicarei com afinco todos os dias do meu mandato para a evolução constante do motociclismo brasileiro – afirmou Firmo Alves assim que recebeu o cargo pelas mãos do então presidente Assis Aquino.

Estiveram presentes na Assembléia representantes das Federações de São Paulo, Ceará, Minas Gerais, Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Paraíba, Maranhão, Rondônia, Santa Catarina, Amazonas, Mato Grosso, Tocantins, Distrito Federal, Alagoas, Sergipe e Espírito Santo. Por problemas de saúde, o presidente da Federação Gaúcha de Motociclismo (FGM) não esteve presente, bem como o presidente da Federação de Motociclismo do Piauí, por problemas no agendamento de seu vôo. As Federações do Acre, Pará, Rio de Janeiro e Paraná não enviaram representantes à eleição.

– Acho que nossos primeiros seis meses ainda serão bastante difíceis, mas dentro de um ano meio tenho certeza de que podemos estar com a CBM em um patamar infinitamente superior ao que ela se encontra. A CBM não pode ser apenas uma CBCross. Precisamos fortalecer todas as modalidades, do Cross-Country ao Rally, do Trial à Motovelocidade – declarou Roberto Boettcher.

Como primeiro ato, assim que assumiu a mesa durante a Assembléia, Firmo Alves nomeou Assis Aquino como Diretor Geral e Rosângela Soprani como Diretora Financeira da CBM durante sua gestão.