Contra o talão e a caneta, o melhor é cumprir a lei

Fui multado?

Com o dia a dia tumultuado, correria, pressa e estresse, ou teimosia mesmo, todos nós acabamos cometendo pequenas infrações de trânsito. Grandes ou pequenas, infrações sempre nos deixam preocupados se algum agente de trânsito nos flagrou. Uma paradinha em cima da faixa de pedestres, um semáforo amarelo “avermelhado”, alguns kms acima da velocidade máxima permitida, uma conversão bobinha que não prejudica ninguém…. E sempre que isso ocorre é comum também a preocupação imediata se fomos multados pela estrepolia feita.

Contra o talão e a caneta, o melhor é cumprir a lei

Contra o talão e a caneta, o melhor é cumprir a lei

Pois foi exatamente isso que aconteceu recentemente com um amigo. Sabe que cometeu um erro no trânsito e está preocupado se foi multado. Pois os diversos órgãos de trânsito espalhados pelo Brasil possuem um serviço on line que permite a qualquer um pesquisar se há ou não multas, se os tributos estão pagos e ainda outras informações sobre a vida do carro ou da moto.

Com o documento do veículo nas mãos você pode consultar os portais eletrônicos do Detran, da Secretaria da Fazenda (SP), Prefeitura de SP, Denatran e ainda a polícia Rodoviária Federal (PRF). Todos esse sites pedem que sejam informados o Renavam e o CPF ou CNPJ, números que constam no licenciamento do veículo. Claro que essa não é uma pesquisa totalmente confiável pois não sabemos quando essas informações são atualizadas, mas normalmente o resultado é correto.

Cada estado tem seu Detran para passar esse tipo de informação. Assim, seguem mais alguns  links dos sites do Departamento de Trânsito do Distrito Federal, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes DNIT, do Departamento de Estradas de Rodagem e do Detran de Minas Gerais. Quando estiver em dúvida, consulte os órgãos de trânsito e boa sorte. Mas o melhor mesmo é obedecer as leis de trânsito.