Foto: Sundown mais forte

Future 140

Foto: Sundown mais forte

Foto: Sundown mais forte

Uma receita de prepara‡Æo promete deixar o Sundown Future 125 com 30% mais potˆncia e torque.

Os scooters foram reinventados na Europa e µsia como forma de simplificar o transporte individual. Na id‚ia inicial era para ser um ve¡culo f cil de pilotar para deslocamentos urbanos em percursos curtos. Sobretudo em vias bem pavimentadas. Quando os scooters chegaram ao Brasil tanto o perfil do usu rio quanto a forma de uso derivou muito daquela id‚ia original. Primeiro que o pre‡o ‚ mais alto do que as pequenas e utilit rias motos 125. Segundo porque em cidades como SÆo Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre ou Rio de Janeiro os deslocamentos urbanos sÆo muito grandes. Em SÆo Paulo, por exemplo, quem mora na zona norte e trabalha na zona sul, percorre mais de 50 km por dia em deslocamentos. Na Europa ou µsia essa distƒncia seria suficiente para atravessar duas cidades!

Al‚m disso, outra distor‡Æo do uso de scooters no Brasil ‚ o p£blico na faixa acima de 40 anos que optou por esse ve¡culo. Muitos desses usu rios j  estÆo na faixa acima de 100 kg. Bom, pelo menos UM se encaixa perfeitamente nesse perfil de idade e “capacidade volum‚trica”: o experiente preparador de motores Renato Gaeta!

Foto: Kit 140 cc

Foto: Kit 140 cc

Segundo ele “Percebi que os clientes de Future 125 se queixavam de falta de desempenho, principalmente de retomada de velocidade. Mas na verdade tanto o usu rio quanto a maneira de usar estavam errados! Scooter nÆo foi feito pra ficar o tempo todo de acelerador aberto!”

Pensando nisso Gaeta come‡ou a trabalhar no desenvolvimento de um kit que reunisse um pouco mais de velocidade, mas principalmente melhorar a acelera‡Æo e retomada de velocidade. A primeira iniciativa foi descobrir como conseguir mais desempenho sem alterar muitas pe‡as. Foi assim que Gaeta encontrou no mercado um pistÆo com um pouco mais de diƒmetro, mas mesmo curso. Foi preciso investir em ferramentas para usinar a cabe‡a do pistÆo e se encaixar …s v lvulas. O cilindro recebe uma ret¡fica 0,25 para ficar com maior diƒmetro e a cilindrada total aumenta de 124 para 139cc. O cabe‡ote ‚ trabalhado para receber o novo pistÆo, mas as v lvulas sÆo mantidas originais, com um pequeno trabalho na sede. A carbura‡Æo tamb‚m ‚ mantida original e ‚ feita apenas uma checagem para nÆo prejudicar o rendimento do novo kit. Como costuma dizer o preparador, “nÆo adianta tomar banho sem trocar a cueca!”.

S¢ que apenas dar mais torque e potˆncia ao motor nÆo adianta muito se essa vantagem nÆo puder ser desfrutada pelo cƒmbio. Dessa forma, Gaeta faz tamb‚m uma pequena altera‡Æo no cƒmbio CVT (por polia vari vel): substitui os roletes por outros mais pesados. Essa altera‡Æo funciona na pr tica como se as “primeiras marchas” ficassem mais “curtas”.

Com o cƒmbio original o torque maior seria desperdi‡ado, por isso foi necess rio criar uma forma o cƒmbio ficar casado com o maior desempenho. O sistema original se mostrou muito longo.

Mais esperto
Como o pr¢prio Gaeta j  atingiu dimensäes f¡sicas acima dos trˆs d¡gitos, ele mesmo serviu de cobaia para acertar a rela‡Æo. Quanto maior a massa, maior ser  a dificuldade de qualquer ve¡culo em acelerar e frear. Como o freio do Future j  ‚ superdimensionado para o scooter, foi preciso apenas dar mais for‡a nas arrancadas.

Como resultado o Future 140 ficou mais esperto em todas as situa‡äes e at‚ ganhou mais velocidade final, porque a rela‡Æo mais “curta” atua apenas nas primeiras “marchas” do cƒmbio. A velocidade final que ‚ de aproximadamente 90 km/h no motor original de 10 cv, aumenta para 105 km/h no motor 140 com cerca de 13 cv.
Com esse kit o “gordo” garante que ter  mais arrancada e um pingo a mais de velocidade final, mas ainda falta uma coisa: acertar a suspensÆo! Conforme explica Gaeta:

– Quando o “gordo” vem no g s e freia a suspensÆo bate no fim de curso, por isso temos uma f¢rmula para recalibrar a suspensÆo dianteira, recomendada aos pilotos “fofos”.

O kit pode ser instalado tanto na Future at‚ 2006 (com motor de 8 cv) e nas novas que j  tˆm motor de 10 cv. Quando instalado na Future de 8 cv o scooter fica um pouco mais esperto que a versÆo original de 10 cv. J  na versÆo mais potente, o resultado ‚ muito sens¡vel.

Agora a not¡cia triste: para ter direito … garantia de 3 meses, a transforma‡Æo deve ser feita na oficina do Gaeta, no centro de SÆo Paulo. O kit ‚ instalado na hora, … base de troca e com a vantagem de poder ser customizado de acordo com a vontade do freguˆs. Gaeta regula o motor de acordo com a preferˆncia do dono do scooter, que pode ficar com mais retomada, mais velocidade etc.

E de brinde a Future ainda fica mais econ“mica! Para manter os mesmos 80 km/h, por exemplo, o piloto precisa acelerar menos com o kit 140 e assim consome menos gasolina. Claro que ap¢s a instala‡Æo do novo kit o cliente dever  obedecer um per¡odo de amaciamento de ao menos 500 km.

Os pre‡os eram (em 2007): R$ 320,00 para o kit de cilindro 140cc instalado. R$ 80,00 para o kit de altera‡Æo do cƒmbio e R$ 60,00 para o novo ajuste da suspensÆo dianteira. Em suma, por R$ 460,00 a Future fica com 30% a mais de potˆncia e o piloto fica 100% mais feliz!

Para mais informa‡Æo nÆo escreva pra mim, mas pro Gaeta mesmo: