Em corrida com 70 pilotos inscritos, Betinho se destaca e é o terceiro colocado

Gardano é o terceiro na abertura do Brasileiro de Veloterra

Em corrida com 70 pilotos inscritos, Betinho se destaca e é o terceiro colocado

Em corrida com 70 pilotos inscritos, Betinho se destaca e é o terceiro colocado

Foi a estreia do piloto na competição nacional, competindo contra 70 pilotos de todo o país

Foi positiva a estreia de Betinho Gardano no Campeonato Brasileiro de Veloterra. A prova, que abriu a temporada 2011 da competição, aconteceu no último domingo (27) na cidade de Rio Negro (PR), e teve mais de 600 inscritos nas 15 categorias em disputa.

O paulista, campeão do Asfalto Zero Paulista em 2010, correu na categoria Intermediária, que reuniu pilotos da VX1 (para motos com 450 cm³ de cilindrada) e VX2 (para motos com 250 cm³ de cilindrada). Foi a segunda vez que Gardano, de 19 anos, correu com sua nova moto, uma Honda CRF 450R. Na primeira, há duas semanas em Artur Nogueira (SP), pelo estadual, Betinho foi o segundo colocado. Em Rio Negro, foi o terceiro em categoria com 70 pilotos no grid. A vitória foi de Jeison Scheidt, seguido por Luciano Batisttella.

“A pista era bem difícil, tinha bastante lama. Mas os ajustes na moto corresponderam às expectativas. Fiz o quarto melhor tempo na tomada classificatória, pulei na frente na largada contra pilotos mais experientes que eu. Foi um grande aprendizado”, comentou Gardano, que terminou a prova em terceiro. “A corrida foi bastante disputada, e tenho certeza de que será assim o campeonato inteiro”, acredita o piloto, que acumula três títulos na VX2.

O próximo compromisso de Betinho, que é patrocinado pelo Grupo Sinal, Ferramentas Beta e Motul é a segunda etapa do Asfalto Zero Paulista, no dia 17 de abril, na cidade de Conchal.