Gasolina- não jogue dinheiro fora

O menu dos postos brasileiros ‚ composto de trˆs qualidades de gasolina; a prima pobre ‚ a comum, mas apesar do nome, nÆo ‚ menos complexa.

Possui mais de 400 substƒncias na composi‡Æo. As especifica‡äes da Agˆncia Nacional do Petr¢leo (ANP) determinam regras m¡nimas de qualidade, mas h  varia‡äes. “Para cada refinaria, o produto vai ser diferente”, diz a coordenadora do Laborat¢rio de Combust¡veis da Universidade Federal de Minas Gerais, Vanya Pasa.

A gasolina comum ‚ o modelo standard. Toda moto e carro brasileiro est  apto a recebˆ-la. NÆo traz benef¡cio adicional, ao contr rio: como o combust¡vel tende … forma‡Æo de goma, o uso cont¡nuo exige que o motorista fa‡a limpezas peri¢dicas. Al‚m disso, nos motores de alta taxa de compressÆo, reduz o desempenho.

Depois, aparece a gasolina aditivada. A diferen‡a dela para a comum ‚ a introdu‡Æo de ingredientes para a limpeza das pe‡as e melhor queima no motor. Geralmente, as distribuidoras acrescentam duas substƒncias: o detergente, que limpa o sistema de alimenta‡Æo, e o sulfactante, que impede que part¡culas se depositem no fundo do tanque. “Por conta desse aproveitamento, h  menos consumo. A vida £til do motor, tamb‚m, ser  prolongada”, assegura o coordenador do Instituto Brasileiro de Petr¢leo e G s, Jos‚ Henrique Carvalho.

Pa¡ses da Europa e os Estados Unidos j  se renderam … gasolina aditivada. Por l , ela ‚ a prima-pobre. A comum nem existe. Entre os fabricantes de autom¢veis no Brasil, no entanto, apenas a GM recomenda esse tipo de combust¡vel.  que nem todas as cidades do pa¡s o tˆm. Al‚m disso, a ANP nÆo fiscaliza se as distribuidoras päem os aditivos na gasolina. Seguro mesmo ‚ fazer a adi‡Æo em casa. Compra-se o frasquinho de aditivo nas lojas de pe‡as por cerca de R$ 5,00. A recomenda‡Æo ‚ usar um frasco a cada trˆs ou quatro abastecimentos.