Pista enlameada dificultou a vida dos pilotos

Gaúcho de VX: chuva e muito barro em Santana do Livramento

Depois de um sábado onde a chuva chegou no final da tarde, não teve jeito, o domingo foi de pista enlameada para a disputa da 6ª etapa do Gaúcho de Velocross. A chuva de sábado durou quase toda a noite e fez com que o domingo amanhecesse cinzento, úmido e com vento gelado, no entanto, para os “conhecedores” do tempo, tais condições poderiam significar um dia frio e não chuvoso.

Pista enlameada dificultou a vida dos pilotos

Pista enlameada dificultou a vida dos pilotos

Com a esperança da chuva não se repetir no domingo, os pilotos encararam a pista que estava em excelentes condições. O terreno estava úmido porém, sem pontos de barro, como haviam no sábado, no entanto, uma parte da pista com terreno arenoso, formava buracos e canaletas, forçando os pilotos mostrarem muita técnica e habilidade para dominar as motocicletas. Mas não teve jeito, a chuva, de forma mansa, começou no início da tarde, suficiente para transformar por completo o panorama da etapa.

A primeira categoria a largar após a mudança de traçado para a largada, pois oferecia muitas dificuldades para os pilotos, foi a 50cc. A exemplo do sábado, quando ocorreu a disputa da categoria valendo pela quarta etapa, Facundo Souza (Rivera) foi o vencedor na geral e seu conterrâneo, Lucas Mateo (Rivera), foi o vencedor na 50cc A. Matheus Melo (Dom Pedrito), com mais uma vitória na 50cc foi o primeiro piloto a garantir a conquista do título de campeão gaúcho da temporada 2014 antecipadamente. Erick Bom Reis (Rio Grande), segundo colocado na geral, mantém a liderança e o favoritismo para a conquista do campeonato na 50cc B.

Com uma participação impecável, Arthur Barcelos (Capão Leão) manteve os 100% de aproveitamento da categoria 65cc. Arthur mostrou que nesta temporada vai ser difícil tirar o título de campeão de suas mãos, com um ritmo muito forte venceu a prova de ponta a ponta melhorando o seu tempo a cada volta.

Com duas vitórias de ponta a ponta, uma na VX3 e outra na VX4, Fernando Sanches (Santa Maria), foi um dos destaques da etapa. Depois de não ter pontuado em Dom Pedrito, a vitória na VX3 serviu para se manter perto dos líderes e na briga pelo título. A vitória na VX4 serviu para isolar-se na liderança da categoria com três pontos à frente do segundo colocado.

César Silva (Pelotas) também comemorou a vitória em duas categorias, VX3 Nacional e VX4 Nacional. Na primeira vitória, VX4 Nacional, César assumiu a ponta na primeira volta e teve até o final a companhia de Luiz Refatti (Alegrete) que foi a sombra do pelotense até a metade da prova. A segunda vitória com certeza foi a mais incerta, isso porque a pista, completamente encharcada, foi o maior adversário, mesmo assim, César mostrou muita habilidade para vencer com folga novamente.

Alfredo Bernardy (Sta. Cruz do Sul), estreando equipamento novo na competição, mostrou habilidade de sobra para se manter de pé e à frente na busca pelas vitórias nas categorias Estreantes 230cc e Júnior, esta última com vitória de ponta a ponta. Na tarde de vitórias duplas, Dioy da Costa (Ciriaco), não deixou barato e também “escreveu” seu nome entre os destaques da etapa de Santana do Livramento, cidade “berço”do velocross no Brasil. O caminho para o piloto foi difícil, mesmo assim, abaixo de muita chuva e barro Dioy faturou as categorias 230 Pró e Nacional Força Livre e de quebra tirou a invencibilidade de Felipe Deloss (Lajeado), líder do campeonato que não se deu bem na etapa.

Ele chegou como quem não quer nada e, na sua primeira participação no Gaúcho de Velocross depois de alguns anos, Henrique Araújo (Passo Fundo) foi o grande nome da sexta etapa da competição. Afinal de contas, três vitórias na mesma etapa, Intermediária VX1, Intermediária VX2 e a outra numa das principais categorias do campeonato, a VX2, que tem como principais nomes os campeões brasileiros de velocross, os irmãos Lucas e Mateus Basso (Gentil), além da fera e sensação do campeonato, Jórdan Martini (Santa Maria), não é para qualquer um. Henrique saiu de Santana do Livramento com o grande nome e vencedor da etapa. Jórdan foi o segundo colocado na VX2, com o resultado reassumiu a liderança da classificação com o mesmo número de pontos do segundo colocado, Lucas Basso. Pela quarta vez consecutiva, Mateus e Lucas fizeram novamente a dobradinha da família Basso na disputa da categoria VXPró. Lucas é o líder da categoria com um ponto à frente do seu irmão Mateus, segundo colocado.

O campeonato dá uma pausa de duas semanas para depois pegar a estrada rumo ao Vale do Rio Pardo onde será disputada nos dias 15 e 16 de novembro a 6ª etapa na cidade de Vera Cruz. A comunidade e região está inteiramente no clima da competição e já conta os dias para o desembarque do “circo” do Gaúcho de Velocross.

Resultado da 6ª etapa do Gaúcho de Velocross 2014:

Resultado da 6ª etapa do Gaúcho de Velocross 2014

Resultado da 6ª etapa do Gaúcho de Velocross 2014