Gibernau e Biaggi são promovidos na Honda

A grande novidade no GP da Rep£blica Theca foi o an£ncio feito pela Honda, confirmando os pilotos Sete Giberneu e Max Biaggi como oficiais em plena temporada. Essa era uma situa‡Æo j  esperada. A Honda nÆo est  mais acostumada a perder, principalmente para a Yamaha. Por isso Satoru Horiike, segundo homem no escalÆo da diretoria da Honda-JapÆo, foi muito honesto ao reunir a imprensa e declarar que perder Valentino Rossi para a Yamaha foi um erro, mas que isso fez a equipe se esmerar em produzir uma moto competitiva.

O que o HRC – divisÆo de competi‡äes da Honda – nÆo esperava era um resultado muito abaixo do esperado de seus dois pilotos oficiais: Alex Barros e Nick Hayden. Enquanto isso, Sete Gibernau e Maxi Biaggi se digladiavam na pista para segurar o fen“meno Rossi e sua Yamaha. Depois de ¢tima atua‡Æo do GP da Alemanha, Barros amargou um resultado ruim na Inglaterra e em Brno caiu quando brigava pela lideran‡a. Era evidente que a c£pula da Honda nÆo iria esperar muito tempo e come‡ou a ficar mais preocupada depois de assistir a vit¢ria de Rossi na Inglaterra. Resultado, “promoveu” Gibernau e Biaggi a pilotos oficiais e entregou o mesmo equipamento que antes era restrito a Barros e Hayden.

O mais impressionante desta hist¢ria ‚ que Gibernau venceu em Brno sem usar o novo motor e outras pe‡as especiais do HRC. Como choveu muito nos treinos, o espanhol preferiu correr com o equipamento privado e faturou a prova.

Ap¢s o GP da Rep£blica Tcheca, tanto a equipe Telefonica do Gibernau, quanto a Yamaha, de Rossi iriam permanecer na pista para dois dias de testes. Desta vez Gibernau vai testar o equipamento novo. Vamos esperar para ver o resultado amanhÆ (ter‡a-feira).

Quanto a Barros, ele agora passa a ocupar a quinta posi‡Æo no mundial de MotoGP, atr s de Colin Edwards, outro piloto oficial HRC. O sr. Horiike nÆo mencionou nada oficial sobre o futuro de Barros e Hayden na entrevista, mas deixou no ar que a permanˆncia do brasileiro no time oficial vai depender muito mais do piloto do que da equipe.