Foto: Pasini, Simoncelli e Bautista

GO 250 – Simoncelli manda aviso a rivais com vitória em Brno

Foto: Pasini, Simoncelli e Bautista

Foto: Pasini, Simoncelli e Bautista

Ao vencer o embate das 250cc em Brno o Campeão do Mundo Marco Simoncelli enviou um aviso a todos de que ainda está a defender o ceptro.

Já destinado ao MotoGP, Marco Simoncelli apresentou-se em boa forma no Cardion ab Grande Prémio da República Checa no domingo ao somar o terceiro triunfo da época sob temperaturas quentes em Brno.

O italiano levou a cabo prestação digna de Campeão do Mundo desde a pole. Simoncelli liderou quase toda a corrida e acabou por cruzar a linha de meta com pouco mais de meio segundo de margem sobre o compatriota Mattia Pasini (Team Toth Aprilia), que tudo tentou para o bater depois de partir da sétima posição da grelha.

O piloto da Metis Gilera, Simoncelli, geriu a vida dos pneus de forma inteligente numa pista em que as temperaturas do asfalto chegaram aos 51ºC, isto enquanto o campeonato se tornou mais renhido na tabela de pontos com Álvaro Bautista (Mapfre Aspar Team) e o líder da classificação Hiroshi Aoyama (Scot Racing Team) a terminarem em terceiro e quarto, respectivamente. Simoncelli está agora a 32 pontos do nipónico e Bautista a 20 numa altura em que faltam disputar seis corridas.

Num estranho incidente na volta de celebração Bautista caiu com a sua Aprilia, provocando danos consideráveis na sua montada ao perder o controlo da moto quando tentava fazer um cavalhinho de celebração em frente aos seus fãs.

A lista dos dez primeiros contou ainda com Roberto Locatelli (Metis Gilera), Raffaele de Rosa (Scot Racing), Héctor Barberá (Pepe World Team), Jules Cluzel (Matteoni Racing), Mike di Meglio (Mapfre Aspar) e Héctor Faubel (Valencia CF – Honda SAG).

Di Meglio (Mapfre Aspar) cometeu um erro a nove voltas do fim enquanto rodava em quinto e teve sorte ao ficar-se por uma saída de pista depois de ter tocado o pneu traseiro de Aoyama. O gaulês conseguiu, ainda assim, concluir em nono.

No início da corrida o piloto da casa Karel Abraham (Cardion ab Motoracing) sofreu grande desgosto ao envolver-se num incidente com Thomas Lüthi (Emmi – Caffe Latte) que resultou na desistência de ambos na primeira curva.