Robson Portaluppi, campeão da GP 1000, na etapa final do GP Gaúcho de Motovelocidade 2013, na Fronteira da Paz

GP Gaúcho de Motovelocidade encerra a temporada 2013

O GP Gaúcho de Motovelocidade encerrou a temporada com show na Fronteira da Paz, na etapa final no Autódromo Eduardo Prudêncio Cabrera, em Rivera, Uruguai, a um quilômetro de Santana do Livramento (RS). O evento realizado no último final de semana foi marcado por público de aproximadamente oito mil pessoas e grids repletos de pilotos de alto nível técnico. As corridas tiveram motocicletas de 125 até 1000 cilindradas, valendo ainda pela decisão do Campeonato Uruguaio da modalidade.

Robson Portaluppi, campeão da GP 1000, na etapa final do GP Gaúcho de Motovelocidade 2013, na Fronteira da Paz

Robson Portaluppi, campeão da GP 1000, na etapa final do GP Gaúcho de Motovelocidade 2013, na Fronteira da Paz

Na disputa envolvendo as superbikes, Robson Portaluppi foi o mais rápido da GP 1000 e conquistou em grande estilo o quinto título estadual do seu currículo. Os outros pilotos que confirmaram as taças de 2013 foram: Pedro Sampaio (GP 600), Marcelo Dahmer (Fórmula Turismo 1000), Rafael Portaluppi (GPR 300), Djonatas Catarina (GPR 125), Elder Cabreira (GP Light), Hebert Pereira (GPR 250) e Luis Henrique Zottis (Turismo 600). Entre as mulheres, os destaques foram Ilaine Ceratti (GP 600), Helencris da Silva (300cc) e Juliana Dalmas (GP 600).

Já nas classes Old Challenge, para competidores acima de 38 anos, os campeões foram Rogério Gentil Fernandes (Old Challenge GP 1000), Ernani Moraginski (Old Challenge 250cc), Sérgio Martins Correa (Old Challenge Ninja 300), Rafael Rosanelli (Old Challenge Turismo 1000), Elder Cabreira (Old Challenge GP Light), Edson Zanatta (Old Challenge GP 600), Alessandro Jacobsen (Old Challenge GPR 300) e Sérgio Alexandre da Rosa (GPR 125).

A etapa final do GP Gaúcho 2013, assim como a temporada 2013, teve balanço mais do que positivo. “Foi um final de semana perfeito e os pilotos ficaram muito satisfeitos com a final. Tivemos dias de sol, favoráveis para a prática do esporte, e muita hospitalidade por parte dos uruguaios”, resumiu Alexandre Sampaio, diretor do evento. “O GP Gaúcho está melhor a cada ano, estamos de fato em uma crescente. Queremos continuar atraindo mais pilotos, o que é um objetivo de qualquer campeonato, e superar este sucesso em 2014”, concluiu.



Mário Sérgio Figueredo

Motociclista apaixonado por motos há 42 anos, começou a escrever sobre motos como hobby em um blog para tentar transmitir à nova geração a experiência acumulada durante esses tantos anos. Sua primeira moto foi a primeira fabricada no Brasil, a Yamaha RD 50.