GP Gerais de Motovelocidade terá categorias para amadores e profissionais

GP Gerais será a primeira prova aberta ao público no Circuito dos Cristais

Cada vez mais próximo de estar totalmente finalizado, o Circuito dos Cristais, mais novo autódromo brasileiro, localizado na cidade mineira de Curvelo, será palco das primeiras provas com acesso para o público. Trata-se do GP Gerais, novo campeonato de motovelocidade e automobilismo que tem a expectativa de reunir pilotos de todo o Brasil. A novidade do GP Gerais será contar com categorias para pilotos amadores e profissionais, de todas as idades, com ou sem experiência. A primeira de três etapas será entre os dias 2 e 7 de setembro.

GP Gerais de Motovelocidade terá categorias para amadores e profissionais

GP Gerais de Motovelocidade terá categorias para amadores e profissionais

Para motocicletas, a organização irá disponibilizar as categorias 1000cc: SBK Pro, SBK Stock, SBK Master e SBK Light, para pilotos menos experientes. A intenção com essas categorias é desenvolver o esporte e atender pilotos e equipes existentes e que correm nos atuais campeonatos nacionais. O GP Gerais também terá as categorias 600cc, 500cc e 300cc, além da Touring criada para motos de rua, uma novidade que será detalhada em breve.

A intenção da organização do GP Gerais é dar uma chance de participação aos mais novos e até pilotos de ruas e estradas. Não existe limite de idade para as categorias de acesso, com baixa cilindrada, sendo necessário atestado médico, comprovação de aptidão e experiência, além de filiação à Federação – em circuitos fechados não se aplicam as leis de trânsito e por isso pode-se desenvolver e ajudar na busca de novos talentos para o motociclismo brasileiro.

Calendário do GP Gerais
Todas no Circuito dos Cristais – Curvelo (MG)
1ª etapa – 2 a 7 de Setembro
2ª etapa – 7, 8 e 9 de Outubro
3ª etapa – 4, 5 e 6 de Novembro

Mais detalhes podem ser obtidos no site oficial do evento (www.gpgerais.com.br)

Separador_motos



Mário Sérgio Figueredo

Motociclista apaixonado por motos há 42 anos, começou a escrever sobre motos como hobby em um blog para tentar transmitir à nova geração a experiência acumulada durante esses tantos anos. Sua primeira moto foi a primeira fabricada no Brasil, a Yamaha RD 50.