Rastreamento, solução paliativa ao alto valor do seguro de motocicletas

Grupo Tracker divulga o ranking das motos mais roubadas

Segundo o Grupo Tracker, dentro do universo de motocicletas equipadas com o seu produto, a Honda CB 600, a Yamaha XT 660 e a Honda CB 300 foram os modelos mais roubados no primeiro semestre de 2013. Juntos, os três modelos representaram 40,9% de todas as ocorrências registradas no segmento nos seis primeiros meses do ano (referente apenas aos segurados da empresa).

Rastreamento, solução paliativa ao alto valor do seguro de motocicletas

Rastreamento, solução paliativa ao alto valor do seguro de motocicletas

“Nosso índice de recuperação no segmento motos está em 95%. Só nesse período, evitamos um prejuízo de R$ 1.639.368,00”, explica o diretor Nacional de Operações, Carlos Alberto Betancur. Os eventos aconteceram principalmente nas cidades de São Paulo (77%), Diadema (6%), São Bernardo do Campo (4%), Ferraz de Vasconcelos (3%) e Rio de Janeiro (3%).

O Tracker Moto é um produto desenvolvido para motocicletas acima de 400 cilindradas. Atualmente, 74 modelos, nas categorias speed, naked, custom, trail e triciclo estão aptos a receber o rastreador. O trabalho de homologação é minucioso. Uma equipe de especialistas da companhia faz um estudo técnico do modelo, para garantir um local de instalação que não interfira e nem prejudique o funcionamento da moto, além de dificultar a descoberta do equipamento pelos criminosos.

Conheça os modelos mais roubados ou furtado na Grande São Paulo e Rio de Janeiro:

Obs: Os números acima refletem apenas as ocorrências com motocicletas de clientes da empresa rastreadora que expediu as estatísticas, não valendo como universo das motos roubadas ou furtadas nas cidades citadas.