A prioridade de Gustavo Henn é o Brasileiro de Motocross

Gustavo Henn é convidado para o Mundial de Motocross

No início desta semana Gustavo Henn recebeu uma notícia muito positiva. O piloto foi convidado pela CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo – para participar da etapa brasileira do Mundial de Motocross, que acontecerá nos próximos dias 18 e 19 no Beto Carrero World, em Penha (SC). O catarinense faria parte do time que vai defender o Brasil na MX2, mas declinou do convite. Isso porque ele ainda se recupera de uma séria lesão que comprometeu toda sua temporada passada.

A prioridade de Gustavo Henn é o Brasileiro de Motocross

A prioridade de Gustavo Henn é o Brasileiro de Motocross

A lesão – Desde junho de 2012 Gustavo sofre por conta de uma pubalgia, quadro caracterizado por fortes dores e inflamação na região da virilha. Durante mais de dois meses Gustavo Henn submeteu-se a um intenso tratamento que incluiu sessões de fisioterapia e medicamentos receitados pelo médico. Já com alguma melhora retornou suas atividades, sempre com cautela, e chegou a disputar algumas provas, no entanto a piora da lesão foi constatada.O catarinense passou cerca de um mês em São Paulo, para tratamento diário e acompanhamento total. Falou-se até na possibilidade de uma intervenção cirúrgica, no entanto, o quadro apresentou melhoras e o procedimento não se fez necessário.O piloto enfrentou oito meses de tratamento contra a pubalgia e, desde o início deste ano retomou de forma lenta os treinamentos específico com moto e exercícios físicos na academia.

Na ocasião da lesão o piloto fazia uma boa temporada no Brasileiro de Motocross e na Superliga Brasil de Motocross, porém, teve de ficar de fora das disputas para se tratar. Agora a meta é voltar à antiga forma, para mostrar nas pistas todo seu talento.

Brasileiro de MX 2013 – Gustavo Henn marcou seu retorno às pistas do Brasileiro de Motocross com uma excelente largada na etapa de abertura. O catarinense saiu na segunda posição e liderou a primeira bateria da MX2 até metade do tempo de prova, mostrando que todo o trabalho de recuperação que vem sendo feito está apresentando resultados. Por esse motivo o piloto, após decisão conjunta com sua família, treinador e médico, decidiu ficar de fora do GP Brasil. Ele acredita que é importante se preparar para uma prova deste porte.