Habilitação para 90cc - Meio Ambiente X Segurança Viária - Emplacar tratores e quadriciclos - Descaso da Protexmoto - Repercussão: Privatizações da Rodovias e DPVAT

Habilitação para 90cc – Meio Ambiente X Segurança Viária – Emplacar tratores e quadriciclos – Descaso da Protexmoto – Repercussão: Privatizações da Rodovias e DPVAT

Habilitação para 90cc - Meio Ambiente X Segurança Viária - Emplacar tratores e quadriciclos - Descaso da Protexmoto - Repercussão: Privatizações da Rodovias e DPVAT

Boa tarde, não estou achando na internet nenhum lugar confiavel pra saber se a moto sundown hunter 90c precisa de habilitação e pagamento de ipva, etc… Simone (44) Paraíba do Sul – RJ

R: Simone precisa sim! Ter habilitação – CNH ou autorização – ACC. É necessário licenciar o veículo, emplacar, pagar IPVA e o DPVAT.
Boa sorte. Não esqueça do equipamento: capacete, jaqueta, luvas, botinha.


Olá, pessoal. Elogiar o Motonline é “chover no molhado” porém tenho que discordar do leitor Roberto Clauder Vasconcelos e da resposta dada ao seu comentário, dizendo que o uso do farol durante o dia traga somente benefício aos usuários do sistema de trânsito. Como efeitos negativos, posso citar a maior poluição do ar (a energia elétrica necessária para manter o farol funcionando vem da queima do combustível), a diminuição da visibilidade (isso afeta diretamente nós, motociclistas, visto que se todos estão com faróis ligados, perdemos nossa “proteção” devido ao uso seletivo dos faróis), estresse visual gerado pela exposição constante à luz, entre outros argumentos. Para maiores consultas, indico o site http://www.poluicaoluminosa.org/ Um abraço! Gustavo Muller (28) Curitiba – PR

Habilitação para 90cc - Meio Ambiente X Segurança Viária - Emplacar tratores e quadriciclos - Descaso da Protexmoto - Repercussão: Privatizações da Rodovias e DPVATR: Gustavo li o site recomendado, respeito o ponto de vista dos ambientalistas, mas há problemas muitos mais graves em relação ao meio ambiente, do que o uso do farol durante o dia.

Entre a questão que você coloca e a segurança no tráfego urbano ou rodoviário, eu fico com a segurança.

Em dias nublados ando sempre de farol ligado e quando viajo, mesmo com um dia lindo de sol, viajo com o farol baixo ligado e sei o quanto essa minha atitude me livrou de pequenos e grande incidentes.


E ai !!! to com uma duvida se vai te que emplacar tratores para poder rodar na cidade dando o direito de circulaçao o mesmo vai acontecer com os quadriciclos? alguns sao conciderados esportivos e outros maquinas agricolas como fica essa situaçao? braçao te mais….. Jose filho (37) Anápolis – GO

R: José para trator a Resolução 281 determina a inclusão no sistema RENAVAM e terá que ter os equipamentos obrigatórios para trafegar em vias públicas como piscas, lanterna, farol, extintor, etc…Quanto aos quadriciclos não há qualquer menção nessa resolução, portanto, entendo que cabe tratamento igual as motos de trilhas, não podendo trafegar em vias públicas.


A/C André Garcia. Oi André, vocês tiveram algum retorno da Protexmoto? Obrigado pela força! Luis Felipe Corullón (27) ?Viamão – RS

R: Não Felipe! Demonstram que não há seriedade e tão pouco preocupação com os consumidores.


Parabéns Dr. André, mais uma vez prestando grande serviço de informação, nos ajudando a entender o que se passa nos meandros dos
nossos órgãos administrativos e politicos cada vez mais subordinados aos interesses das grandes empresas privadas. Muito triste
verificarmos a forma como somos tratados, digo isso, não por ser motociclista, mas principalmente por ser cidadão, que sofre com as mazelas perpetradas por nossos dirigentes. Mandou bem ao citar que se trata de uma farsa as informações sobre as grandes vantagens oriundas da privatização. Nossas estradas são construidas com$ público e repassadas para a iniciativa privada que fica com a cobrança e os louros advindos das estatisticas positivas (< acidentes, < vitimas). Também pudera, tira-se das estradas grande parte da população que pagam as taxas oficiais (ipva, dpvat, licenciamento) e ñão podem pagar os pedágios. Cls: menos carros nas estradas, carros estes novos ou seminovos, que certamente não quebram, e por f im, a geração das estatisticas positivas, que só servem para justificar a extorsão. Obrigado mais uma vez Dr. Andre, continue nos incentivando a tomarmos consciência da importância de exercer nossa cidadania de forma plena, questionando e informando-nos dos desmandos de que somos vitimas.Vai chegar o dia em que conseguiremos banir de nossas vidas esses verdadeiros abutres. Por enquanto, resta a indignação, o grito de BASTA. Edson (52) Diadema - SP


ola a respeito do dpvat sugiro q façamos o seguinte: entrar com mandado de segurança, visto q todo aumento de preço eh a partir de algum indice oficial;(acho q eh possivel) -cobrar com afinco a extinçao do seguro como obrigatorio passando-o a facultativo p/ quem contratar outro; -nao votar nos deputados federais e senadores este ano, vamos mostrar a nossa indignação.mas nao votar mesmo, vamos esvaziar aquelas casas!!!!!!!!! francisco de Assis (46) Itajaí – SC


Olá André como vai? Na edição de 11/01/2010 do jornal “O Estado de Minas” foi colocada em destaque uma reportagem bem esclarecedora sobre o DPVAT. A chamada da matéria é: UM ANGU DE CAROÇO CHAMADO DPVAT – Destino de boa parte dos R$ 5,4 bi arrecadados com o seguro em 2009 é mistério. Como é preciso senha para ler online imprimi um PDF e coloquei em meu
site se você quiser ler (por favor não divulgue o link).Segundo a matéria a realidade pelo menos aqui em minas é bem diferente do que se anuncia nas propagandas do DPVAT… uma vergonha. Gente que precisa do dinheiro muitas vezes tem que recorrer a justiça para receber! De concreto o que é preciso fazer para mudar a realidade desta roubalheira? Pois nas urnas já desisti…
Link: http://www.infogerais.com.br/reportagem_em_dpvat.pdf Antônio Marçal Gomes (31) Belo Horizonte – MG

Comentário: Ano eleitoral pode ser ano de mudança para melhor ou para pior. O voto é seu, tenha consciência. Já há algum tempo venho dizendo: Não para reeleição de políticos ou grupos políticos. Não reeleja quem cumpriu mandato nos últimos 4 anos. Não reeleja o mesmo grupo político na esfera federal e estadual. A democracia se faz com alternância de mandatários.

Grande abraço e não esqueça: pilote equipado e defensivamente, afinal, não há razão quando se ganha uma lesão.