h-d_livewire

Harley-Davidson promete motos elétricas para 2019

Se a promessa de Matt Levatich, CEO da Harley-Davidson, se cumprir, a marca norte-americana colocará no mercado suas primeiras motos elétricas em 2019. O lado ruim disso é que essas motos não terão uma das principais caraterísticas da marca: o compassado e forte ruído dos grandes motores “V2″, que emociona os mais puristas e estimula novos consumidores.

Anunciado em 2014 e mostrado no Salão Duas Rodas de 2015 aqui no Brasil, o projeto LiveWire apresentou um protótipo com autonomia de apenas 85 km e que nada tinha a ver com qualquer coisa que caraterizasse a Harley-Davidson. Era apenas uma ideia que saia do papel para os laboratórios de engenharia da fábrica, em Milwaukee (Wisconsin – EUA). Esse protótipo chegou a fazer parte do cinema, nos filmes da Marvel como um dos veículos espetaculares de um dos filmes da série “Os Vingadores”.

Esta moto não tem nada a ver com a Harley-Davidson, mas seu sistema de propulsão elétrica poderá estar numa moto da marca já em 2019

Esta moto não tem nada a ver com a Harley-Davidson, mas seu sistema de propulsão elétrica poderá estar numa moto da marca já em 2019

O anúncio do CEO da H-D, feito no início deste mês para a Bloomberg, falou de um novo investimento de US$ 25 milhões a US$ 50 milhões na área de veículos elétricos e, apesar de não dizer o modelo escolhido para ser a primeira moto elétrica da marca, falou claramente que ela chegará em 18 meses. Matt Levatich, disse que o projeto LiveWire está mais ativo do que nunca e que este prazo refere-se à motos nas lojas pronta para serem vendidas. “Estamos falando de agosto de 2019″, enfatizou.

O executivo opinou que se uma marca global e com o peso da Harley-Davidson apresentar efetivamente um moto elétrica que seja comercialmente viável, isso será um grande estímulo para o mercado, prevendo uma posição de vanguarda para a marca. “Queremos e podemos ser líderes neste segmento”, disse Levatich, que explicou que as pesquisas da Harley-Davidson nesse período desde a primeira apresentação do LiveWire, em 2014, mostraram que há um apelo universal para motos elétricas o que estimulou a empresa a debruçar-se sobre o assunto e dedicar investimentos maiores a isso, a exemplo do que faz a indústria de automóveis.

separador_harley



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.